Categorias
Câmeras e lentes

Qual lente é melhor, 35mm ou 50mm? Veja aqui quem ganha!

Qual lente é melhor, 35mm ou 50mm?

Falamos muito sobre lentes prime no nosso dia a dia como fotógrafos, mais uma pergunta que sempre assombra todos os fotógrafos é Qual lente é melhor, 35mm ou 50mm?

E esta nem sempre é uma pergunta fácil de responder. Existem várias razões para alguém escolher uma lente 50mm ao invés de uma lente 35mm e vice e versa. 

Embora as lentes primes sejam maravilhosos e produzam imagens nítidas e impressionantes, elas podem pecar na falta de versatilidade, como por exemplo não ter nenhum poder de zoom. 

Mesmo que você não possa aumentar e diminuir o zoom, as lentes prime têm muitos benefícios que discutirei neste artigo. Se você precisa escolher entre uma 35mm vs 50mm, e saber qual é a melhor lente, você está no lugar certo. 

Mas antes de ver qual é a grande diferença entre lentes 35mm vs 50mm temos que tirar duas coisas importantes do caminho. O que são lentes primes e qual a diferença entre sensor full frame e sensor cropado.

O que é uma lente Prime?

Uma lente prime é simplesmente uma lente de distância focal fixa. As pessoas preferem lentes prime qualidade porque elas são consideradas mais nítidas e com qualidade de imagem superior, o que nem sempre é verdade. 

Como existem menos peças móveis e vidro, a imagem quando chega ao sensor parece mais nítida e pura, mas claro que isto depende muito da construção geral da lente. 

Outra grande vantagem das lentes prime é que elas geralmente são mais rápidas. Isso significa que eles normalmente têm aberturas maiores, como a Canon 50mm f / 1.2. Você pode abrir a lente e fotografar com pouca luz, além de obter uma boa profundidade de campo ou fundo desfocado.

Sensor cropado vs sensor full frame

Sensor Full frame e sensor cropado são referências ao tamanho do sensor da câmera. Câmeras diferentes têm tamanhos de sensor diferentes. Um sensor full frame, também chamado de sensor de quadro completo, simplesmente se refere a um sensor de câmera digital que tem o mesmo tamanho que o filme de 35mm costumava ser. 

Dependendo dos sensores full frame ou dos cropados, as lentes atuarão como distância focal diferente devido à diferença de tamanho do sensor, também conhecido como fator de corte.

Se você possui uma lente de 50mm, o vidro fica a 50mm do sensor e esse é efetivamente o seu “zoom”. Mas em uma câmera com sensor cropado, digamos uma Canon T5i, o fator de corte é 1,6x. 

Portanto, se você tiver uma lente de 50mm em um sensor cropado a 1,6x, sua distância focal efetiva seria de 50 × 1,6, proporcionando um “zoom” equivalente a de 80mm. A mesma situação pode acontecer com uma lente 35mm produzida para sensores full frame, 35 x 1.6 = 56mm. 

Nem todas as marcas usam o mesmo fator de corte, então se você usa uma câmera com sensor cropado, APS-C, procure saber qual é o fator de corte de sua câmera de forma a poder compensar a distância focal.

Vantagens de uma lente 35mm 

Uma lente prime de 35 mm é uma ótima lente para várias situações. Conheço pessoas que usam apenas uma lente na maioria do tempo, e normalmente é uma lente 35mm. Devido ao seu ângulo de visão, bem amplo, ela é consideradas por muitos a melhor lente para fotografia de rua. Não apenas pelo ângulo de visão mas também pela vibe geral que ela gera.

Uma grande vantagem de ter uma lente prime de 35mm é o fato de que provavelmente terá uma abertura bastante grande. Portanto, você ainda tem a capacidade de obter uma boa profundidade de campo, enquanto simultaneamente obtém um quadro relativamente amplo.

As lentes 35mm são ótimas para colocar a criatividade em ação. Como esta lente é uma lente que beira as grande angulares, se você quiser algum detalhe você terá que se aproximar bastante do que estiver fotografando. Lidar com toda a distorção gerada na imagem por esta situação fará com que você tenha ser mais criativo pra criar imagens legais.

Mulher andando pela rua enquanto olha para celular -Qual lente é melhor, 35mm ou 50mm? Veja aqui quem ganha!

Grandes opções de lente 35mm.

  • Nikon AF-S 35mm F1.4G Nikkor 
  • Canon EF 35mm f/1.4L II USM
  • Sony SEL FE 35mm F1.4 Zeiss
  • Sigma 35mm f / 1.4 Art Lens 

Desvantagem de uma lente 35mm

Não importa qual marca de câmera ou lentes vocÊ tenha, todas elas têm alguma limitação, e por isso que nós como fotógrafos gostamos, e precisamos tem várias ferramentas disponíveis. 

Uma das maiores limitações da lente de 35mm é o fato de que você precisa estar bem próximo do assunto na maioria das situações de retratos, ou seja closes. Isto pode levar você ou seu assunto a situações não tão confortáveis. 

Algo que pode ser facilmente resolvido com uma lente teleobjetiva, algo entre 105mm a 300mm. 

Um outro ponto fraco de uma lente curta, é a compressão de fundo, que quando comparado com uma lente mais longa fica evidente o quanto de diferença isto faz em um foto.

Vantagens de uma lente 50mm 

As “cinquentinha”, como às vezes elas chamadas, são um padrão há muito tempo. A maioria das câmeras de filme de 35mm tinha uma lente 50mm como padrão. Ela é muito famosa por produzir imagem que se parecem muito com o que olho humano é capaz de enxergar em relação a ângulos de visão. 

Geralmente, é a próxima lente que eu recomendo para as pessoas quando elas desejam uma lente além da lente do kit 18-55mm. 

Noiva olhando para camera em um muro de flores - Qual lente é melhor, 35mm ou 50mm? Veja aqui quem ganha!

A Canon, por exemplo, tem uma 50mm f / 1.8 por cerca de US $ 130, que é um ótimo preço por essa lente rápida. 

Como a lente de 50 mm é um pouco mais longa, você verá uma profundidade de campo um pouco melhor que a de 35 mm, além de um melhor bokeh ou desfoque de fundo.

Existem muitos profissionais que não troca suas lente de 50mm por praticamente nada, pra mim ela é indispensável. Uma das melhores coisas dessa lente é que ela permite que você fique perto dos objetos, mas sem ser tão invasivo. 

Chinesa com vestido vermelho em uma rua - Qual lente é melhor, 35mm ou 50mm? Veja aqui quem ganha!

Eu sei que isso soa realmente estranho, mas quando você está fotografando com uma lente muito longa e precisa fotografar a 100 metros de distância, pode ser realmente impessoal. 

Descobri que todo mundo fica mais à vontade quando você fica perto do assunto e não precisa gritar com eles.

Grandes opções de lente 50mm.

  • AF-S NIKKOR 50MM F1.8G
  • AF-S NIKKOR 50mm f/1.4G
  • Canon EF 50mm f/1.4 USM
  • Canon EF 50mm f/1.8 STM
  • Sony FE 50mm f/1.8
  • Sigma 50MM F1.4 DG HSM Art

Desvantagens de uma lente 50mm

A 50mm também não é uma lente perfeita. Antes de tudo, não lhe dá a aparência ampla que você pode precisar em determinadas situações. Logo se você precisa fotografar uma paisagem talvez ela não seja sua melhor opção.

Outro ponto fraco é quando você não pode estar tão perto do que vai fotografar, como em uma casamento por exemplo, talvez ela te deixe na mão por não ser longa o suficiente.

Se você acha que uma 50mm não é longa o suficiente, também há uma terceira opção. A 85mm prime é uma lente pequena e bonita. Oferece uma boa quantidade de compressão, bokeh e é quase uma lente telefoto. Mas não é tão longo que você precisa puxar o megafone para se comunicar com quem você está fotografando. 

Qual e melhor 35mm vs 50mm

E como sempre quando o assunto são lentes chegamos a um impasse, por a melhor lente para você pode não ser a melhor lente para mim, tudo vai depender do que temos para fotografar. Então a melhor coisa a fazer é escolher a melhor lente para a fotografia que você está tirando.

Não importa de são lentes de 35 ou 50mm, o mais importante é o que você faz com elas. A principal dica que possa te dar é tenha as duas, pois elas serão muito úteis em situações variadas.

Agora se eu tivesse que escolher apenas uma delas ele escolheria a 50mm. Acredito que ela seja um pouco, mas muito pouco mesmo, versátil que a 35mm.

Escolher qual lente é melhor, 35mm ou 50mm é quase uma injustiça pois as duas produzem fotos incríveis, e cabe a você fazer a decisão final pensando em quanto você vai usar uma ou outra.

Se você gostou deste artigo dá uma ajuda para o blog e compartilha ai com seu amigos.

Categorias
Tutoriais

Fotografia com dupla exposição na câmera

Se você acha que a manipulação de fotografias apareceu apenas quando o Photoshop foi criado você está muito enganado, dupla exposição na câmera é apenas uma delas. A muito tempo se usam truques para criar fotografias que não existiam. E é claro que tudo isto era feito praticamente na mão e dentro da cabine de revelação. Mas isto é assunto para outro artigo pois hoje o tema é mais simples. E muito fácil hoje em dia com a tecnologia digital conseguirmos criar fotos com dupla exposição na câmera sem precisar ir até o Photoshop ou Lightroom Classic CC.

Mas como nem sempre dá pra pular na água sem saber nadar um pouco vamos antes passar por alguns requisitos básicos.

O que é uma fotografia em dupla exposição?

Fotografia em dupla, ou múltipla, exposição nada mais que é combinar duas ou mais imagens na mesma foto. Não como os composites que fazemos no Photoshop que também são uma forma de juntar mais de uma imagem na mesma foto. A fotografia em dupla exposição é algo que existe desde a era analógica. Podemos obter vários resultados inusitados e artísticos usando este recurso.

Exemplo de foto com dupla exposição na camera

Hoje contamos com câmeras potentes capazes de fazer isso direto na câmera, ou podemos utilizar algum software capaz de de fazer isto.

Como fotografar imagens de dupla exposição com câmeras digitais

É totalmente possível fazer fotos de dupla exposição usando nossas câmeras digitais hoje em dia. Infelizmente não são todas as câmeras que tem esta capacidade, então vale a pena ver se sua câmera dispõe deste recurso antes de continuar. Mesmo que sua câmera não tenha tal recurso não se preocupe você ainda pode usar algum programa para fazer tal manipulação.

Caso tenha o recurso em sua câmera você já está pronto para começar. Aqui estão algumas dicas super úteis para fotografia em dupla exposição:

  1. Pense antes de agir. Penso no que você quer reproduzir com esta foto. Tenha em mente qual conceito da imagem final.
  2. Compor com cuidado. Se você já sabe qual mensagem quer passar é hora de compor as fotos. Não esqueça que sua história será feita por duas fotos.
  3. Use o contraste. Fotografe imagens que tenham algo de bem diferente entre elas. Use uma imagem que seja mais escura e logo em seguida uma que seja bem mais clara.
  4. Experimente. Como aqui o resultado final pode variar muito. Experimentar é a melhor forma de conseguir resultados melhores.
  5. Aprenda a lidar com seu equipamento. Estar familiarizado com sua câmera é algo super útil sempre. E saber onde ficam os limites do seu equipamento irá te ajudar a descobrir se você precisa de uma câmera nova ou não.

Pra quem tem Canon ou Nikon a vida é um pouco mais fácil, já que são as marcas que dominam o mercado profissional. E com isso elas são o padrão a ser seguido. Se você tem alguma outra câmera não se preocupe pois se ela tiver este recurso não será muito diferente.

Fazendo fotos com dupla exposição em câmeras Nikon

Em câmeras da Nikon existem duas formas de se criar imagem de dupla exposição. Na Nikon temos como disparar cada uma das exposição, ou disparar exposição separadas e depois juntá las direto na câmera. Vou usar como referência a Nikon D610 para mostrar os menus onde você precisar para ativar a dupla exposição.

Dupla exposição na câmera - Nikon
Dupla exposição na câmera - Nikon 2
Menu dupla exposição na câmera  Nikon

Vá até o Menu de Disparo Depois até o menu de Múltiplas exposições Aqui no menu você vai encontrar mais de uma opção para trabalhar. No caso da Nikon D610 você pode ligar ou desligar o recurso, você pode escolher o número de exposições, no máximo 3, e definir o funcionamento será apenas para um foto (single) ou para uma série de fotos (series).

Aqui tem uma listinha das câmeras da Nikon que possuem este recurso.

  • Nikon D4S 
  • Nikon D5 CF *
  • Nikon D5 XQD *
  • Nikon D500 *
  • Nikon D5300
  • Nikon D5500
  • Nikon D5600
  • Nikon D610
  • Nikon D7100
  • Nikon D7200
  • Nikon D750
  • Nikon D7500
  • Nikon D810
  • Nikon D810A
  • Nikon D850 *
  • Nikon Z6 *
  • Nikon Z7 *
  • Nikon Coolpix P900

Algumas destas câmeras você só vai encontrar no mercado de usados pois elas foram descontinuadas. Já as câmeras mascaradas com * são os modelos mais recentes da marca.

Dupla exposição na câmera Nikon
Menun cameras Nikon
Menu multiplas exposições cameras Nikon

A segunda forma de fazer fotos com dupla exposição diretamente nas câmeras Nikon é apenas uma sobreposição de imagens no menu de retoque da própria câmera. Primeiro tire normalmente as fotos que você gostaria de sobrepor. Depois vá até o menu de retoque:Depois encontre a opção sobrepor imagem.Escolha a primeira foto que você gostaria de usar e depois escolha a segunda foto.

Embaixo de cada foto você tem um ajuste de ganho, ajuste até conseguir o resultado desejado em suas image. Na miniatura preview é possível ver como sua foto vai ficar.

Fazendo fotos com dupla exposição em câmeras Canon

Para conseguir imagens com dupla exposição usando câmeras Canon os procedimentos são basicamente os mesmo que os das Nikon. Só mudam os locais e alguns nomes dos menus.

Multiplas exposições cameras canon
Menu cameras canon
Menu dupla exposição cameras Canon

Pressione o botão de menu e vá para a 4ª guia Configurações.Vá para as opções múltiplas exposições e escolha ativar.Vá até controle de múltipla exposição onde você terá duas opções, aditiva e media. Use a aditiva para uma compensação de exposição que será adicionada cumulativamente para cada imagem. Já a média aplica automaticamente a compensação de exposição negativa a cada imagem. Experimente e escolha a melhor configuração para cada caso. Defina o número de exposições que serão feitas e o funcionamento será contínuo ou apenas para uma imagem.

Agora é só fotografar, você pode usar o live view para ver as exposições combinadas até o momento.

Algumas das câmeras da Canon capazes de fazer dupla exposição;

  • Canon EOS 1DX
  • Canon EOS 5D Mark III
  • Canon EOS 5DS
  • Canon EOS 5DS R
  • Canon EOS 6D
  • Canon EOS 70D
  • Canon EOS 7D Mark II
  • Canon EOS R

Outras marcas de câmeras

Como nem só de Canon e Nikon se vive, existem outras marcas de câmeras no mercado e muitas delas também podem fazer dupla exposição direto na câmera. Se você tem alguma destas câmeras abaixo procure em seu manual e veja como fazer imagens com dupla exposição.

  • Fujifilm GFX 50R
  • Fujifilm X-T20
  • Fujifilm GFX 50S
  • Fujifilm X-A10
  • Fujifilm X-A3
  • Fujifilm X-A5
  • Fujifilm X-E2s
  • Fujifilm X-T3
  • Fujifilm X-H1
  • Fujifilm X-Pro2
  • Fujifilm X-T100
  • Fujifilm X-T2
  • Fujifilm X100F
  • Fujifilm XF10
  • Pentax 645Z
  • Pentax K-1
  • Pentax K-1 Mark II
  • Pentax K-3 II
  • Pentax K-70
  • Pentax K-S2
  • Pentax KP
  • Pentax Ricoh GR II
  • Sony Alpha A7R III

Dupla exposição usando o Adobe Photoshop.

Também é possível recriar o efeito da dupla exposição usado softwares, o mais famoso deles claro é o Photoshop. O efeito é muito parecido com o efeito criado na câmera, mas existem aqueles que argumentam que o efeito criado pelo programa não é uma dupla exposição propriamente dita, e até certo ponto eu concordo com isto. Mas no fim do dia o que realmente importa é o resultado final.

Estou preparando um tutorial que vai mostrar como fazer dupla exposição usando o Photoshop, então aguenta aí que semana que vem o artigo vai estar no ar e o link vai estar aqui!

Fotografia com dupla exposição: Na câmera vs Photoshop

Se você tem o desejo de usar dupla exposição em seu portfólio aconselho comprar uma câmera que possa te entregar este recurso, é um ótimo caminho. Mas tenha em mente que fazer fotos com dupla exposição diretamente na câmera é algo que requer tentativa e erro até conseguir um resultado aceitável. Os resultados serão mais orgânicos e menos controlados e o nível artístico dependerá de sua imaginação e habilidade com a câmera.

O Photoshop é extremamente poderoso e existem várias formas de se chegar no mesmo resultado. O fato de você ter controle total sobre o que está fazendo torna ele uma ótima para situações onde você não tem muita liberdade no resultado final.

Exemplo de foto com dupla exposição no Photoshop

Existem também vários apps que podem te ajudar a conseguir praticamente o mesmo resultado. Não são de forma alguma tão capazes com o Ps porém podem ser muito mais divertidos e infinitamente mais fáceis de usar.  

Alguns exemplos de tais aplicativos são:

Mais coisas sobre fotografia de múltiplas exposições

Além de usar múltiplas exposições combinadas para criar imagens surreais podemos usar a mesma técnica para criar imagens mais realista. Como é o caso da técnica HDR que usa múltiplas exposições a fim de preservar todos os detalhes da foto.

Nem todas as câmeras são capazes de trabalhar bem em situações onde temos iluminação muito contrastante. Logo podemos usar uma exposição apenas para as partes claras da foto, outra para as partes neutras e um terceira para as partes escuras da foto.

Ao misturar estas 3 exposição teremos uma imagem com alta faixa dinâmica, ou imagem HDR. Podemos usar tanto o Lightroom quanto o Photoshop para fazer isto.  

Meu softwares predileto para trabalhar com imagens HDR é o Aurora 2019 da Skylum ele é absolutamente fantástico para fazer isto. Veja ele em ação aqui.

Você pode baixar a versão trial dele aqui  e caso queira comprar use o cupom de desconto RIXMASCA e ganhe US$ 10,00 off.

Finalmentes

Independente de qual seja sua intenção em usar dupla exposição conhecer uma nova técnica é sempre útil para ter no seu cinto de ferramentas. Usar a técnica direto na câmera ou usando o Photoshop é apenas uma questão de preferência pessoal e sempre vale o esforço no final.

Quando o assunto é faixa dinâmica nem sempre temos para onde correr a não ser o HDR e para isto contamos com grandes ferramentas como o Aurora 2019 hoje em dia.

Se sua ideia é ter imagens mais surreais vale a pena tentar usar dupla exposição para conseguir.

Qualquer comentário ou dúvida você já sabe que fazer né, só escrever aqui em baixo.

Categorias
Câmeras e lentes Equipamentos

As melhores câmeras mirrorless de 2018

É indiscutível que elas vieram para ficar, mesmo que você mais purista achem que não é bem assim. As câmeras mirrorless ganham cada vez mais espaço nas prateleiras das lojas e planos dos fabricantes. E é claro que em 2018 também temos uma lista com as melhores câmeras mirrorless de 2018. Temos desde câmeras baratinhas para iniciantes até coisas mais caras destinadas para o público profissional. 

Claro que se você precisa apenas de uma câmara funcional e não precisa estar antenado com todas as novidades no mercado uma boa DSLR pode ser solução para você, veja aqui as melhores DSLR de 2018. Mas é claro que quem não se atualiza neste mercado de revoluções tão pode ficar para trás, então talvez a migração para uma câmera mirrorless seja apenas questão de tempo pra você. Segue a lista aqui que você vai estar bem servido em qualquer situação. 

E como nem todos os equipamentos aqui listados são encontrados no Brasil alguns links são para sites em inglês.

As melhores câmeras mirrorless de 2018

Nikon Z6

Definitivamente uma grande surpresa para o mercado, a Nikon lançando câmeras mirrorless de qualidade, e por falta de 1 lançou logo 2  a Nikon Z6 e Nikon Z7.

Não é apenas o lançamento de uma nova câmera para Nikon mas sim o lançamento de um sistema completamente novo, mas mesmo assim compatível com o que já existe de lentes no mercado. Com o lançamento destas duas câmeras a Nikon traz para o mercado a sua nova flange, região de encaixe das lentes.

E com isto abre de vez a competição entre as câmeras Full frame mirrorless que até então era mercado dominado pela Sony.

  • Nikon Z6
  • Tipo: mirrorless
  • Sensor: Full frame CMOS
  • Megapixels: 24,5 MP
  • Monitor: EVF, 3.690k pontos, 100% de cobertura
  • Velocidade de disparo contínuo: 12fps
  • Visor: EVF | Resolução máxima de vídeo: 4K UHD a 30p
  • Lançamento: Setembro / 2018

A Nikon Z6 é uma ótima opção para quem já é dono de uma coleção de lentes da mesma marca. Isso porque você pode usar suas lentes Nikon na nova flange da marca usando um adaptador. Esta câmera tem uma qualidade de imagem excelente, mesmo em ISO mais alto.

Grava vídeos, full frame, em 4K, ou seja, ela realmente usa todo o tamanho do sensor na hora de fazer videos. Tem um bom buffer para as horas de disparo contínuo, não tem uma bateria das maiores, cerca de 310 fotos por carga.

Coisas como estabilização de imagem no sensor estão presente e são novidades para quem usa Nikon. Apesar de ter menos megapixels que a Z7 a Z6 é muito mais versátil e custa ⅓ do preço de sua irmã mais “rica”.

Pra quem é a Z6?

Esta é a grande pergunta. Acredito que todos que estão começando na fotografia e tiverem esta câmera a disposição não vão se arrepender.

Ao mesmo tempo se você já é usuário de câmeras Nikon você vai se sentir totalmente em casa usando uma Z6. Independente do nível que  você encontra hoje tanto a Z6 quanto a Z7 são ótimas opções. São câmeras 5 estrelas e vão dar muito o que falar ainda e definitivamente estão dentre as melhores câmeras mirrorless de 2018

Pra dar uma chance a esta menina você pode comprar ela neste link aqui.

Fujifilm X-T3

Um dos lançamentos mais esperados por muita gente, eu na panela também, a Fujifilm Xt-3 chega ao mercado e passa de ano direto. Digo passa de ano direto por que tem que procurar muito pra achar os defeitos desta moça, e pra muita gente ele não vão chegar a ser defeitos tão grandes assim.

  • Fujifilm X-T3
  • Tipo: mirrorless
  • Sensor: APS-C
  • Megapixels: 26.1MP
  • Monitor: EVF, 3.690k pontos, 100% de cobertura
  • Velocidade de disparo contínuo: 11 fps
  • Visor: EVF
  • Resolução máxima de vídeo: 4K
  • Lançamento: Setembro / 2018

Com um belo sensor de 26,1 Mp a XT-3 tem tudo para ser a queridinha de quem gosta de fotografia de rua. Pois tem ótima resolução e qualidade de imagem e com toda o estilo das cores da Fuji fica difícil não se apaixonar por esta câmara.

A qualidade de gravação de vídeos também é um conto a parte, principalmente para uma câmera deste valor. Ela é capaz de gravar vídeos em 4K com 60 FPS, coisa que poucas fazem. Temos também um ótimo autofoco com cobertura de 100% do sensor.

A única coisa que me deixa um pouco triste é não ver nesta câmera a estabilização de 5 eixos no sensor, mas por este preço não dá pra pedir milagre.

Pra quem é a Fujifilm Xt-3?

Esta câmera é pra qualquer pessoa seria em trabalho fotográficos que não dependa de um sensor Full Frame.  Quem já é da escola da Xt-2 por exemplo vai ficar extremamente feliz em fazer o upgrade usando este link aqui.

Nikon Z7

A câmera que ninguém espera que a Nikon lança-se tão rápido chegou, e chegou junto com a Z6  que falamos acima. A Nikon Z7 praticamente dispensa comentários, afinal ela é uma Z6 bombada. Mas com uma missão diferente.

A missão da Z7 é fazer frente para a Sony A7RIII, que é o monstro dos megapixels da Sony. Porém esta frente só para nas especificações pois os preços são bem diferentes. A Nikon Z7 é uma ótima câmera, mas pelo preço ela deveria entregar um pouco mais do que a estabilização de 5 eixos no sensor e os 493 pontos de autofoco.

Nikon Z7

  • Tipo: mirrorless
  • Sensor: Full frame CMOS
  • Megapixels: 45.7MP
  • Monitor:EVF, 3.690k pontos, 100% de cobertura
  • Velocidade de disparo contínuo: 9 fps
  • Visor: EVF
  • Resolução máxima de vídeo: 4K UHD a 30 fps
  • Lançamento: Setembro / 2018

Pra quem é a Nikon Z7?

Um pouco mais específica que sua irmã menos, a Nikon Z6, a Z7 é pra quem tem grana sobrando. Embora seja uma ótima câmera, com todos as coisas boas da Z6 e um pouco mais, o preço elevado pode ser um problema para a maioria, fora isso, quem tiver a felicidade de ser dono de uma belezinha dessas não terá problema em fotos e vídeos.

Pra ver quanto ela custa só clicar aqui.

Canon EOS R

Parece até brincadeira né, basta a Nikon lançar um ótima câmera, a Z6, para Canon ir lá e continuar com a briga lançando outra ótima câmera a EOS R. Com um sistema de autofoco de dar inveja em muita gente, a EOS R é o que podemos chamar de 5D MKIV mirrorless. Tem um sensor de 30,3 Mp que produz ótimas imagens.

Conta com grande capacidade de customização de menus, pois existem várias opções que podem ser destinadas a botões de função diferentes. Ela só peca em um ou dois quesitos. A gravação de vídeos em 4k é cropada, não usa o sensor por completo. E não tem estabilização de imagem no corpo.

Canon EOS R

  • Tipo: mirrorless
  • Sensor: Full frame CMOS
  • Megapixels: 30,3 MP
  • Monitor: EVF, 3.69m pontos, 100% de cobertura
  • Velocidade de disparo contínuo: 8 fps
  • Visor: EVF
  • Resolução máxima de vídeo: 4K UHD a 29.97 fps
  • Lançamento: Setembro / 2018

Pra quem é a Canon EOS R?

Deixando de lado pequenos deslizes no projeto, 4k cropado e falta do IBIS, a Canon EOS R ainda postula dentre as melhores câmeras mirrorless de 2018 pois traz um novo fôlego a uma das líderes do mercado fotográfico.

Contando com a compatibilidade de lentes via adaptadores, e com o grande sistema de autofoco Dual Pixel AF, a EOS R é uma ótima pedida para qualquer um que quer uma ótima câmera. Se você já usa Canon vale a pena o upgrade, se você não usa saiba que você tem um grande opção neste câmera aqui.

Sony Alpha A7 III

Com certeza a  Sony Alpha A7III foi um dos lançamentos mais comemorados do ano no mundo dos amantes de câmeras mirrorless.

Ela foi um lançamento quase perfeito, até o meio do ano pelo menos, no que se referia a câmeras mirrorless. Ela conta um ótimo sistema de autofoco funciona perfeitamente para fotos, e nem tanto para vídeos. Conta com gravação de vídeos em 4k em até 30 fps e de 1080p em até 120 fps.

Ela não ganha a batalha dos megapixels deste ano, mas com certeza é um ótimo equipamento, principalmente pela evolução da marca neste segmento nos últimos 4 anos.

Sony Alpha A7 III

  • Tipo: mirrorless
  • Sensor: Exmor R CMOS
  • Megapixels: 24,2 MP
  • Monitor:tipo XGA OLED, 2.359.296 pontos
  • Velocidade de disparo contínuo: 10 fps
  • Visor: 3 em tela sensível ao toque, 921.600 pontos
  • Resolução máxima de vídeo: 4K UHD a 30 / 24fps
  • Lançamentos: Fevereiro / 2018

Pela qualidade que a Sony A7 III entrega e pelo preço que ela custa é quase certo que ela divida o primeiro lugar dentre as melhores câmeras mirrorless de 2018 com a Nikon Z6.

Para ver quanto custa a Sony A7III basta clicar aqui.

Panasonic Lumix G9

Está aqui poderia ser a grande câmera de 2018 se não fossem alguns detalhes.

A Lumix G9 impressiona qualquer um que gosta de fotografia de vida selvagem, ou fotografia de esportes, pois ela faz muito bem este trabalho. Os detalhes que fazem ele um peixe fora d’água são o sensor MFT e o preço.

Mesmo não sendo a câmera mais cara da lista, nem de longe, o preço dela é um problema pois a concorrência é muito grande nesta faixa de preço quando não colocamos na conta o fator “velocidade de disparo”. Gostaria muito de estar errado, mas é um fato.

Panasonic Lumix G9

  • Tipo: mirrorless
  • Sensor: Sensor Micro Four Thirds
  • Megapixels: 20.3MP
  • Monitor: EVF, 3.68m pontos e ampliação de 1.66x
  • Velocidade de disparo contínuo: 60fps
  • Visor: Ecrã LCD da placa superior iluminado
  • Resolução máxima de vídeo: 4K
  • Lançamento: Janeiro / 2018

Se você quiser dar uma chance a esta velocista aqui basta clicar aqui, o preço é bem menor do que você imagina.

Sony A6000

Lançada a mais de 3 anos a Sony A6000 pode parecer hoje “brinquedo de criança”, mas não se engane ela ainda tem muito sangue pra dar. O custo desta moça com a lente do kit apresenta uma ótima situação para a entrada no mundo da fotografia ou no mundo das câmeras mirrorless.

Ela com com um bom números de fotos em disparo contínuos e pelo preço um ótimo sistema de autofoco.

Sony A6000

  • Tipo: mirrorless
  • Sensor: APS-C
  • Megapixels: 24.3MP
  • Montagem da lente:Sony E
  • Monitor: inclinação de 3 polegadas, 921.600 pontos
  • Velocidade de disparo contínuo: 11 fps
  • Visor: Eletrônico
  • Resolução máxima de vídeo:1080p
  • Lançamento: Fevereiro / 2014

Ela não conta com as mais novas funcionalidades, como tela sensível ao toque, WI FI ou NFC, mas mesmo assim ainda é uma ótima opção para quem quer fazer ótimas fotos. Se você está procurando uma câmera reserva que vai segurar a onda e não vai quebrar seu banco clica aqui e fique feliz.

Olympus OM-D E-M10 Mark III

Apesar de não apresentar tantas mudanças em relação a suas antecessoras a Olympus OM-D E-M10 Mark III é uma ótima opção para quem quer uma câmera que faz tudo certinho.

Talvez a única ressalva sobre esta câmera seja seu sensor de 16,1 que parece pois quando comparamos com os concorrentes mais próximos. O ponto alto e onde as Olympus se destacam está na estabilização de imagem no sensor, que funciona magicamente bem.

Olympus OM-D E-M10 Mark III

  • Tipo: mirrorless
  • Sensor: Micro four thirds
  • Megapixels: 16.1MP
  • Montagem de Lente: Micro Quatro Terços
  • Tela: tela sensível ao toque inclinável de 3 polegadas, 1.037.000 pontos
  • Visor: Eletrônico
  • Velocidade máxima de burst: 8.6fps
  • Resolução máxima de vídeo: 4K
  • Lançamento: Setembro / 2017

Mesmo eu não sendo um grande fã do sistema MFT tenho que dar o braço a torcer e concordar que é possível usar praticamente qualquer lente com uma câmera assim.

E talvez aí este o diferencial para você querer comprar uma Olympus OM-D E-M10 Mark III

Fujifilm X-T20

Sou fã do design meio retrô que a Fuji resolveu usar em seus produtos, mesmo que isto signifique comprometer um pouco a ergonomia. Quanto a qualidade de imagem não existe muito a dizer sobre a Fuji, pois sempre é algo muito bem e praticamente já esperado quando se compra algo da marca.

Com uma quantidade de imagens em disparo contínuo, capacidade de gravar vídeos em 4k, tela sensível ao toque e inclinável, a X-T20 não é apenas opção para quem gosta de fotografia de rua.

Fujifilm X-T20

  • Tipo: mirrorless
  • Sensor: APS-C
  • Megapixels: 24.3MP
  • Montagem da lente: Fuji X
  • Tela: tela sensível ao toque inclinável de 3 polegadas, 1.040.000 pontos
  • Visor: Eletrônico
  • Velocidade de disparo contínuo: 8 fps
  • Resolução máxima de vídeo: 4K
  • Lançamento: Janeiro / 2017

Preço, qualidade de imagem, design e grande opções em lentes prime fazem com a Fujifilm X-T20 postule em as melhores câmeras mirrorless de 2018. Clique aqui e veja mais.

Fujifilm X-H1

Talvez aqui more a melhor câmera da Fujifilm, pelo meno no seguimento mirrorless. Juntando tudo que deu certo na X-T2 e trazendo melhorias pedidas pelo público a X-H1 é um prato cheio pra quem quer um ótimo equipamento.

Elas não é apenas um ótima câmera para quem quer tirar fotos, mas também para quem quer gravar vídeos, pois a grande primeira investida da marca em desbancar a GH-5 da Panasonic.

Junte o sensor de imagem X-TRANS III de 24.3 Mp com estabilização de imagem no corpo, um processador de imagem rápido, X-Processor Pro, e um sistema de autofoco confiável a X-H1 é uma grande opção de compra.

Fujifilm X-H1

  • Tipo: mirrorless
  • Sensor: APS-C
  • Megapixels: 24.3MP
  • Montagem da lente: Fuji X
  • Tela: Sensível ao toque com vari-ângulo de 3 polegadas, 1.040.000 pontos
  • Visor:Eletrônico
  • Velocidade de disparo contínuo: 8 fps (até 14 fps)
  • Resolução máxima de vídeo: 4K
  • Lançamento: Fevereiro / 2018

Para muitos ela irá parecer grande para uma câmera mirrorless, pra outros muito cara para uma câmera com sensor APS-C, mas o fato é que a X-H1 foi uma das novidades mais bem recebidas em 2018. Compre a sua aqui.

Sony A9

Considerada por muitos a melhor câmera da Sony, a A9 vem para “cobrir” um buraco que o não precisava ser coberto.

A Sony A9 é muitos gostam de chamar de câmera profissional, uma câmera destinada a fotografia de esporte e vida selvagem, que você pode se embrenhar no mato despreocupado pois a câmera vai continuar funcionando. E sim ela realmente faz tudo isto, é rápida em disparos contínuos, tem um sistema de autofoco impressionante, um sensor de imagem na medida certa.

Sony A9

  • Tipo: mirrorless
  • Sensor: Full frame
  • Megapixels: 24,2 MP
  • Montagem da lente: Sony E
  • Tela: tela sensível ao toque inclinável de 3 polegadas, 1.440.000 pontos
  • Visor: Eletrônico
  • Velocidade máxima de disparos: 20 fps
  • Resolução máxima de vídeo: 4K
  • Lançamento: Abril / 2017

Mais qual é a pegadinha então?

A primeira é o preço, não é dos mais amigáveis. A segunda é que marca tem poucas opções de lentes destinadas para o seguimento da câmera, esportes e vida selvagem. Colocado isto de lado a Sony A9 é um primor de equipamento qualquer fotógrafo ficaria feliz em ter uma destas a disposição.

Fujifilm GFX 50S

Estar na vanguarda das coisas não é para qualquer um, e não acontece sempre, e é exatamente o que a Fujifilm tem tentado fazer com o lançamento da GFX 50S que é uma câmera com sensor de formato médio.

Junto com a Hasselblad X1D, a GFX 50S deu início a uma nova geração de câmeras mirrorless que tornam o sistema de formato médio muito mais prático, por conta do tamanho. A GFX-50s é uma câmera especialista em retratos com alta resolução, por conta do tamanho do sensor e sua resolução. Qualidade de imagem aqui não é um problema, e para os mais abastados talvez valha o investimento.

Fujifilm GFX 50S

  • Tipo: mirrorless
  • Sensor: formato médio
  • Megapixels: 51.4MP
  • Montagem da lente: G Mount
  • Tela: táctil e inclinável de 3,2 polegadas, 2,360,000 pontos
  • Visor: Eletrônico
  • Velocidade máxima de rajada: 3 fps
  • Resolução máxima de vídeo: Full HD
  • Lançamento: Fevereiro / 2017

A GFX-50s abre as portas de um novo mundo para as câmeras mirrorless e isto talvez seja seu principal diferencial hoje, não é equipamento para qualquer um. Com custo elevado, pelo menos para maioria a GFX-50s talvez seja sua melhor opção para entrar no mundo das câmeras de formato médio.

Quem aqui usa mirrorless? Tem algo que deixe faltar coloca aqui nos comentários.

Categorias
Câmeras e lentes

Nikon deixa o mercado brasileiro – Um dia triste

Hoje é um dia bem triste para mim porque hoje é o dia em que a Nikon deixa o mercado brasileiro, e sim isto é uma notícia triste não só para os Nikonzeiros mas para todo a comunidade fotográfica.

Eu venho de uma lista de câmera que já passaram pelas minhas mãos e posso dizer que só tive câmeras da Nikon até hoje.

Não sei o porque este amor aconteceu, tem muita coisa envolvida.

O conforto da câmera, a qualidade de imagem, as cores produzidas, etc.. tudo isto entra na conta da hora de escolher uma câmera pra mim, e é claro que a Nikon sempre passou neste teste.

Nikon deixa o mercado brasileiro – Um dia triste

Com o passar dos anos fui ficando cada vez mais cômodo com o sistema das câmeras, o que dava e o que não dava pra ser feito, visto a intimidade que tinha com a marca!

Porém nem tudo são rosas, sempre foram equipamentos mais caros que a concorrência é sempre a oferta era mais difícil, mas sempre estive disposto a pagar o preço.

Agora nem isso posso fazer pois a Nikon deixa o mercado brasileiro e com isto alguns órfãos como eu, e talvez você que esteja lendo este post.

E justo agora em meio a novidades e notícias bem otimista acerca do futuro da marca, nós aqui das terras tupiniquins vamos ter que passar em branco.

Sim estou falando da linha mirrorless da Nikon a série Z, com os lançamentos Z6 e Z7, que só chegaram aqui via contrabando ou importação absurdamente cara.

Nikon Z7 e Z6

Fico muito triste de entrar no site de uma marca que gosto tanto e me deparar com um anúncio tão seco e até mal explicado como este aqui.

Muita gente pode dizer que isto já era tragédia anunciada, outras pessoas podem chamar de “jogo” de marketing, eu chamo de dia triste e ponto.

O mais triste desta história é que em alguns momento do ano passado eles já tinham anunciado algo parecido, mas alguns serviços ainda funcionavam.

Nem isso temos hoje, então se você precisar entrar em contato com uma assistência autorizada da Nikon aqui no Brasil vai se preparando.

Como fica?

Agora sempre que eu quiser comprar uma lente nova, ou uma câmera nova terei que importar de fora do país?

Lembrando que a resposta para este pergunta é sim, já que a Nikon deixa o mercado brasileiro hoje.

E com isto teremos nós Nikonzeiros que pagar o preço, pelo menos 60% de taxa de importação garantidos em cima do preço do equipamento mais frete.

Ou seja, quase impossível para a maioria.

Coisas legais como o serviço NPS da Nikon acredito que também deixam de funcionar, o que é uma grande pena para muitos profissionais por aí.

Até onde eu sei produtos que ainda estiverem na garantia e precisarem de algum tipo manutenção serão atendidos pela marca através de seu site.

Já produtos que estiver fora da garantia serão atendidos pela marca direto no Estados Unidos, o que é um tremendo desconforto se a gente for pensar em como funciona a nossa empresa de correio.

Com a tal “otimização de estruturas de Pesquisa e Desenvolvimento, Vendas e Fabricação em uma reestruturação em escala global”, que é o que a marca tem como motivo para a saída do mercado brasileiro só temos uma certeza, uma hora sua Nikon vai te deixar na mão se for brasileiro.

Talvez a minha maior tristeza aqui é ver uma ótima marca deixar terras brasileiras, principalmente neste momento econômico que estamos vivendo e parece não passar nunca.

Hoje temos algumas opções no mercado brasileiro que até podem suprir a necessidade de alguns fotógrafos, como a Fujifilm, a Canon e a Sony.

E sim são todas ótimas marcas e com escritórios e assistência técnica aqui no Brasil.

Então é isso, não adianta chorar pelo leite derramado como já dizia minha mãe, agora é juntar o que tem e fazer um ótimo trabalho, até tudo parar de funcionar.

Ou simplesmente troca de plataforma, arrumar um jeito de vender tudo que tens da Nikon e investir em outra marca.

independente de qual seja a sua escolha, ficar e “morrer” ou mudar o importante é:

A câmera nunca fez e nem nunca fará uma boa foto, isto é trabalho do fotógrafo.

Se você também acha triste a saída da Nikon do Brasil deixe seu comentário aqui embaixo e vamos chorar as pitangas juntos!

Categorias
Câmeras e lentes

Comparando as 3 câmeras mais populares da Nikon. D750 VS D7100 VS D5100

Um monte de marcas e modelos e quem será que são as 3 câmeras mais populares da Nikon?
Não importa qual etapa você esteja no mundo da fotografia, muitas vezes a grande questões acabam tornando nossas decisões bem mais complicadas do que deveriam ser.
Uma destas questões é :
– Qual câmera comprar para começar ou progredir na sua jornada fotográfica e obter os melhores resultados?
Talvez este artigo te ajude a decidir, pois você vai ver uma comparação entre as 3 câmeras mais populares da Nikon.
As 3 câmeras mais populares da Nikon São:

Estas 3 cameras estão longe de serem lançamentos, ou qualquer tipo de novidade, mas seu preço e apelo popular faz com elas liderem em vendam de cameras desta marca.
A comparação a seguir te dará uma ideia de como estas 3 cameras funciona no mundo prático.

Comparando as 3 câmeras mais populares da Nikon. D750 VS D7100 VS D5100Comparando as 3 câmeras mais populares da Nikon. D750 VS D7100 VS D5100

Este três modelos são os mais usados por fotógrafos de todos os níveis e em todo o planeta, e são equipamentos bem confiáveis.
 
Esta comparação lhe dará exemplos da vida real para ver qual câmera pode atender às suas necessidades, expectativas e por que não bolso!

Paisagem

É bem provável que você queira uma câmera para usar em suas viagens e fazer fotos dos lugares onde você costumar ir!
E é claro que você quer fazer isto da melhor forma possível, e nem sempre com seu celularmas se´ra que você realmente precisa de uma câmera que vai te levar a falência?
A comparação deste tipo de fotografia usou uma lente Tokina 12-28 F/4 e um tripé, para manter o terreno plano entre as câmeras. Comparando as 3 câmeras mais populares da Nikon. D750 VS D7100 VS D5100O uso do Tokina, que é compatível com câmeras FX e também com as DX permitiu que fotografia com distancias focais bem parecidas fossem tomadas.
As câmeras foram montadas no mesmo tripé e foi usado um controle remoto pra fazer os disparos.
Todos foram ajustadas praticamente da mesma forma para que os resultados fossem aproximados.

  • Modo de prioridade de abertura (definido em f / 8),
  • Medição de matriz, Auto WB,
  • Modo de auto foco único (AF-S), foco de ponto único,
  • Autofocagem no mesmo ponto usando a tela e não o visor
  • ISO básico para cada câmera (100 para o D750 e D7100 e ISO 200 para o D5100)

Estas foram as configurações aplicadas para extrair os melhores arquivos e qualidade possíveis de cada sensor.
Os arquivos brutos foram processados ​​no Lightroom para produzir JPGs similares.

Os resultados

Olhe para as fotografias abaixo e tente adivinhar qual câmera produziu essa imagem. A resposta vem logo após as fotografias.

Resposta: 1) D750 (esquerda), 2) D5100 (centro), 3) D7100 (direita).

Aqui o negocio é bem simples, praticamente não existe diferença entre as 3 fotografias, então dependendo das condições de iluminação sua D5100, a mais barata das 3, tem uma performance bem similar a D750 a mais cara do grupo.
Eventos sociais***
Encontro entre amigos, eventos e fotos de família também são situações onde é bom ter uma câmera por perto.
E normalmente neste tipo de situação podemos ter uma desafio para a capacidade de algumas câmeras.
Nestas situações podemos nos deparar com ambientes com pouca luz, ai o contexto todo pode mudar, desde câmeras, lentes até configurações que você deve ajustar em seu equipamento.
Aqui também foi colocada em uso a lente Tokina 12-28 f / 4, não é a melhor opção para este tipo de foto, mas é a lente que deixou a comparação mais equilibrada.
As configurações nas 3 câmera também foram as mesmas:

  • O modo de prioridade de abertura (em f / 4)
  • Matriz de medição
  • Auto WB, modo de auto foco único (AF-S), foco de ponto único
  • Foco no visor 
  • Auto ISO sem alta redução de ruído ISO
Com a utilização do auto ISO as câmeras foram limitadas ao ISO máximo que não introduzi-se muito ruído nas fotos.

As fotos

E aqui será que você descobre quem foi que tirou cada uma destas fotos? Primeiro você vai ver os arquivos Jpeg sem edição e depois os arquivos editados no Lightroom.
Aqui os arquivos editados na mesma ordem.
Resposta: 1) D7100 (esquerda), 2) D750 (direita), 3) D5100 (meio).
Exatamente como no cenário anterior é difícil dizer quer leva a melhor aqui, todos as 3 fotos tem qualidade muito próxima e cumprem muito bem seu papel.
E novamente a escolha fica a cargo de outras características desta câmeras, e sua escolha não deve levar apenas a qualidade de imagem em consideração.

Esportes


Aqui normalmente é onde separamos os homens dos meninos, ou mulheres da meninas, quando falamos de câmeras fotográficas.
As câmeras fabricadas com a intensão de fotografar esportes normalmente vem com uma etiqueta de preço que pode ser muito intimidadora.

Fotografar movimentos, sejam seus entes queridos que jogando bola no quintal ou seu time favorito em uma competição sempre vai ser um bom desafio pra câmaras e lentes.
E para estes 3 câmeras da Nikon o desafio não é diferente.
Neste tipo de situação você provavelmente vai usar a prioridade de obturador como configuração principal de sua câmera.
Nesta parte da peleja foram usados um monopé e uma lente Tamron 70-300 f / 4-5.6, que é compatível tanto com câmeras DX quanto FX.
  • Modo de prioridade de obturador (abertura variando entre f / 4 e f / 5.6 em toda a faixa de zoom)
  • Matriz de medição, WB automático
  • modo de foco automático contínuo (AF-C), modo AF de área dinâmica (d9 para comparabilidade )
  • Autofocagem através do visor e sem alta redução de ruído ISO
En ambientes mais escuros você vai depender bastante das conjurações de sua câmeras, principalmente do ISO, então saber usar todas as confirmações irá te ajudar muito a conseguir suas fotos.
Para cada foto foi selecionado a velocidade de obturador que melhor permitia a captura da luz, e nem tanto para congelar o momento, por conta a pouca luz onde foram tiradas as fotos.

Le Photos 

E aqui? Quem é quem neste balaio?
processadas no Lightroom.
Resposta: 1) D7100 (esquerda), 2) D5100 (meio), 3) D750 (direita).
Aqui vemos que não é tão a toa que câmeras mais caras tem seu lugar a Sol. Fica nítido que a D750 tem um melhor desempenho aqui.
O rastreio dos objetos  a serem fotografados foi melhor, a capacidade de parar o tempo foi melhor, e as cores parecem um pouco melhores.
A mais vantagem da D750 neste tipo de cenário é sua capacidade de quadros por segundo, o que te permite capturar mais fotos e menos tempo, e assim não perder nenhum momento.

Conclusão

Das 3 câmeras mais populares da Nikon qual é a melhor?
A reposta depende. Tudo vai depender do qual será a aplicação desta câmera, do que ela vai tirar fotos.
Se você não tem grana pra gastar e não vai tirar fotos do Neymar correndo pelos gramados, talvez a D5100 resolva seu problemas, é claro que ela tem suas limitações.
Mas se você tem um ruim sobrando ai que você não vai usar, quem saber investir em uma câmera mais cara pode ser a resposta. No final tudo depende de para que você usar.
E você quais câmeras você tem usado, ou estão de olho para colocar na coleção? Deixem ai nos comentários.  A minha é um Fujifilm XT-2.
 
 
 
 

Categorias
Câmeras e lentes

Lentes DX Nikon

Para todos aqueles que estão começando na fotografia uma das coisas que podem passar despercebido é qual tipo de lente comprar para sua câmera, e por o post de hoje, Lentes DX Nikon.
Diferente das lentes Nikon para Full Frame, as lentes DX são para câmeras com sensor menor, ou como chamamos sensor crop.
Normalmente mais baratas as Lentes DX Nikon mantém a qualidade de imagem já conhecida da marca.
Se você é dono de uma câmera com sensor crop, como as D500, D5200, D5500, D3100, D3400 por exemplo, você vai querer ter algumas destas lentes a sua disposição.

Lentes DX Nikon

Lentes DX Nikon


 

Lentes DX Nikon
Nikon 18-55mm II

Nikon 18-55mm IIa famosa lente do Kit. Muitas pessoas subestimam esta moça aqui, mas ao contrário de que todo mundo pensa ela não é uma lente péssima.
Muito pelo contrario, é uma lente que pode fazer fotos em vários cenário, e quase nunca vai te deixar na mão.
A qualidade de imagem é boa, bem nítida e definida ele vai te ajudar em fotos mias amplas, em 18mm, assim como alguns retratos, em 55mm.
Seu auto foco não é o mais rápido do planeta, o que pode ser um problema em alguns cenários, porém ela compensa mantendo sempre um foco confiável.
Lentes DX Nikon
Nikon 18-55mm II


 

Lentes DX Nikon
Nikon 35 mm f / 1,8 DX

Nikon 35 mm f / 1,8 DX, esta é uma das lentes que é um pecado não ter, principalmente você quer seguir na fotografia.
Ótima qualidade de imagem, pequena, leve e bem nítida. Tudo isto com um preço que não vai acabar com sua conta bancaria.
Com uma abertura bem amplo ela também se vira muito bem em situações com baixa luminosidade, é o tipo de lente pra levar para qualquer lugar.
Lentes DX Nikon
Nikon 35 mm f / 1,8 DX


 

Wide Angle

Lentes DX Nikon
Nikon 10-24mm

Nikon 10-24mmse você tem um dinheirinho sobrando é quer comprar um lente wide angle bem legal a Nikon 10-24mm é sua opção.
Apesar de ser uma lente cara, é indiscutível a sua qualidade, ela irá produzir ótimas imagens e definitivamente vale a penas ter uma.
Relativamente pesada e grande não é o tipo de lente que você irá levar com você o tempo todo.
Lentes DX Nikon
Nikon 10-24mm


 

Lentes DX Nikon
Nikon 12-24mm f / 4 AF-S DX

Nikon 12-24mm f / 4 AF-S DXesta wide angle da Nikon não é exatamente uma lente barata, e é uma ótima opção a 10-24mm.
Ótima qualidade de imagem e grande nitidez tudo isto em um corpinho relativamente grande e pesado.
Tanto ela quanto a 10-24mm são lentes para trabalhos específicos, mas de qualquer forma é algo que em algum momento vale a pena ter.
Lentes DX Nikon
Nikon 12-24mm f / 4 AF-S DX


 

Tele-objetivas DX

Se você pretende fotografar pássaros, shows ou qualquer outro cenário onde a distancia pode ser sua inimiga, uma tele-objetiva pode valer seu peso em ouro.

Lentes DX Nikon
Nikon 55-200mm VR

Nikon 55-200mm VRpor mais que você não acha que vai usar uma lente de 200mm, vai por mim, esta aqui você precisa ter.
O custo desta lente versus a qualidade que ela te proporciona é algo que ainda não entra na minha cabeça.
Com ela você é irá produzir ótimas imagens tanto em 55mm quanto em 200mm, por ter uma abertura de F 4/5 ela não é muito indicada para cenas com pouca luz.
Isto não chega a ser um problema de você estiver em locais iluminados pois a nitidez que ela vai proporcionar vale o investimento.
Lentes DX Nikon
Nikon 55-200mm VR em 200mm

Lentes DX Nikon
Nikon 55-200mm VR em 55mm


 

Lentes DX Nikon
Nikon 55-300mm vr

Nikon 55-300mm VR, caso você precise de uma tele objetiva mais longa, você pode optar pela Nikon 55-300 DX.
Tão boa quanto a 55-200mm e com um custo um pouco maior ela não vai te deixar na mão, e nem decepcionar na qualidade.
Novamente não é uma lente para ambientes escuros, então use leve ela pra passear em dias claros  e vá ser feliz.
 
Lentes DX Nikon
Nikon 55-300mm vr


 

Objetivas nível pro

Infelizmente tem muita gente que ainda acha que uma câmera com sensor DX não pode ser usada profissionalmente, bom só digo uma coisa NIKON D500.
Elas não só podem ser usar profissionalmente, como existem muitos profissionais que preferem usa-las ao invés de um câmera Full Frame.
E sim existem tele objetivas com nível profissional que você pode usar em sua câmera DX.

Lentes DX Nikon
Nikon 70-200mm f / 2.8 VR II

Nikon 70-200mm f / 2.8 VR IIcaso você opte por usar uma câmera com sensor crop profissionalmente esta é uma das armas que você gostará de ter na mochila.
A Nikon 70-200mm F/ 2.8 é excelente, em tidos dos sentidos da palavra.
Ótima qualidade de imagem, para quase não tos os cenários, lindo bokeh, e funciona bem em ambiente com pouca luz.
Talvez uma das coisa que você não goste nesta lente seja o preço, porem se você fotografa profissionalmente ela irá se pagar em algum momento.
Lentes DX Nikon
Nikon 70-200mm f / 2.8 VR II


 

Pau pra toda obra

Poucas lente conseguem substituir varias opções ao mesmo tempo, não importa a marca ou sistema que estamos falando.
A para que fotografa com câmeras Nikon com sensor DX talvez a m,melhor opção seja a 18-300mm VR.
Ela será sua companheira inseparável e você vai quase acreditar que só precisa dela.

Lentes DX Nikon
Nikon 18-300mm VR

Nikon 18-300mm VR, se você pensa em uma lente confiável e que pode te atender em quase todas as situações, não vejo porque continuar procurando.
A 18-300mm DX é uma ótima opção para quem quer viajar leve e ter o melhor de vários mundos a disposição.
Apenas de sua abertura de F/3.5 ela não faz feio em situações com pouca iluminação, nesta hora o ISO será seu amigo.
Com uma preço suficientemente honesto, boa nitidez e qualidade de imagem que vale a pena ter na mala a 18-300mm é pau pra toda obra.
Existem pouquíssimas opções iguais a ela, principalmente quando comparamos preço versus qualidade.
Lentes DX Nikon
Nikon 18-300mm VR, em 300mm

Lentes DX Nikon
Nikon 18-300mm VR, em 18mm


 

Pensando no futuro

Algumas das lente para o sistema FX funcionam muito bem em câmeras com sensor DX, ou APS-C.
Se por algum momento você pensa em migrar para uma câmera com sensor maior você pode comprar alguma, ou algumas, lente para arame Full Frame e usa-las em sua câmeras DX.
Neste caso vale a pena lembra que pela diferença de tamanho do sensor, e como as lentes são produzidas, suas imagens serão diferentes.
Isto acontece por conta de algo que chamamos de crop factor, fator de corte, que em câmeras Nikon é de 1.5x.
Falando de lentes, isto quer dizer que caso você venha a usar uma lente FX em um corpo DX sua imagem terá aparência de estar 1.5x mais próximo do que você estiver fotografado.
É como sua lente de 50mm fosse uma lente 75mm (lente FX em corpo DX).
Em alguns casos isso pode ser muito interessante, como por exemplo nas tele-objetivas mais longas.
Imagina uma lente FX de 300mm em um corpo DX. Seu alcance final agora é de 450mm, e isto pode fazer muita diferença em algumas situações.

Gostou do post? Compartilhe, comente e ajude o blog isto é muito importante para mim!

 

Categorias
Câmeras e lentes

Lentes para Nikon full frame. As melhores

Sabe aquela coisa que pode sem muito mais complicada do que parece, e que pode levar sua conta bancaria pro vermelho em questão de segundos, é isso acontece quando falamos em Lentes para Nikon full frame.
Esse assunto assusta até os mais prezados, mentalmente e financeiramente, e com o assunto é vital para que você consiga ótimos resultados com sua fotografia este guia irá te ajudar e minimizar desperdício de grana e conseguir as melhores lente que seu dinheiro pode comprar.

Lentes para Nikon full frame

Nikon D750 - Nikon Full Frame
Se você é o felizardo dono de uma câmera full frame da Nikon, D610, D810, D750 por exemplo, você com certeza irá querer gastar sua grana em lentes de primeira qualidade.
A pesquisa por uma boa opção pode levar algum tempo principalmente se você não souber o que procura.
Primeiro, a verdade nua e crua, comprar lente é caro e nem todas as lente funcionam perfeitamente em todo o ecossistema Nikon, como por exemplo se você é dono de uma câmera com sensor Full frame aconselho você a evitar as lentes dos sistema APS-C, também conhecidas como lentes DX.

Esqueça as lentes DX

Porque você deveria evitar as lentes Dx em uma câmera Full frame? A resposta é bem simples, quando você usa uma Lente DX ele usa apenas a parte mais central de seus sensor, e de certa forma acontece um su-aproveitamento do seu sensor.
Isto em alguns casos, como em imagem mais amplas, pode gerar uma degradação de suas imagens, por estar aproveitando mal seu sensor.
Então se for gastar dinheiro adquirindo lentes novas, gaste sua grana com lentes FX, afinal você tem uma câmera com um sensor maior então e vale a pena trata-lo com carinho.

Veja as melhores lentes para o sistema DX aqui

Lentes para qualquer uso

Nikon 50mm f / 1,4 AF-S
Nikon 50mm f / 1,4 AF-S

Nikon 50mm f / 1,4 AF-Spara muito essa será a lente que chamamos de “pau pra toda obra” .
Leve e pequena você irá fazer fotos de família, retratos, paisagens e quase tudo que pode ser fotografado.
Com uma abertura de F 1/4 você também não terá problemas em situações com pouca iluminação e pode até consideração dar uma folga a seu flash.
Ótima qualidade de imagem por um preço justo, esta belezinha com certeza vai fazer você esquecer muitas outras lentes que podem estar em sua lista de desejos.
Sample images Nikon 50mm f / 1,4 AF-S


Nikon 50mm f / 1,4 AF-D
Nikon 50mm f / 1,4 AF-D

50mm f / 1,4 AF-Dclaro que se o assunto for grana você pode optar por uma versão  um pouco mais em conta, que é a Nikon AF Nikkor 50mm f/1.4D .
Praticamente idêntica a suas irmão um pouco mais cara, porém ela tem nitidez um pouco menor, e o anel de gira mesmo quanto esta ajustada para foco automático, então tente não trava-lo enquanto trabalha.
Sample image Nikon 50mm f / 1,4 AF-D


50mm f / 1.8D
50mm f / 1.8D

50mm f / 1.8D, definitivamente uma barganha, esta belezinha acima tem praticamente todas as características de imagem das suas irmãs mais caras, e irá te deixar muito feliz mesmo em situações com pouca iluminação.
Qualidade de imagem muito boa por um preço quase imbatível.
Sample image 50mm f / 1.8D
50mm f / 1.8D


50mm f / 1.8D
50mm f / 1.8G

50mm f / 1.8G, esta lente aqui também é uma ótima opção para que tem uma câmera FX da Nikon, e mesmo pra aqueles que usam câmeras DX, como a Nikon D5500, ela será peça fundamental em seu arsenal.
Ótima qualidade de imagem, mesmo em ambiente com pouca luz, preço bem atrativo e um lindo Bokeh.
Sample image Nikkor 50mm f / 1.8D
50mm f / 1.8G


Wide angle – Grande angular

Nikon 16-35mm VR
Nikon 16-35mm VR

Nikon 16-35mm VResta aqui talvez seja uma das melhores lentes grande angulares da Nikon, muito nítida e ótima qualidade de imagem pode postular como uma das grandes angulares mais legais de todos.
Pronta pra fazer disparos em qualquer situação ele irá elevar seu nível de criatividade.
Talvez aqui no único porem seja abertura mínima de F/4 que pode atrapalhar um pouco aqueles que quiserem usa-la em locais muito escuros.
Sample image Nikon 16-35mm VR
Nikon 16-35mm VR


Nikon 17-35mm f / 2.8 AF-S
Nikon 17-35mm f / 2.8 AF-S

Nikon 17-35mm f / 2.8 AF-Soutro grande exemplo de Wide angle de qualidade é a 17-35mm f2/8 da Nikon, aqui o papo já fica muito sério, é uma lente cara mais que pode ajudar sua  fotografia instantaneamente.
Ótima qualidade de imagem, mesmo com pouca luz.
Talvez o porem dela seja o preço  e o peso é uma lente grande e pesada, mas isto também a torna muito robusta e resistente.
Sample image Nikon 17-35mm f / 2.8 AF-S
Nikon 17-35mm f / 2.8 AF-S


Nikon 14-24mm f / 2.8 AFS
Nikon 14-24mm f / 2.8 AFS

Nikon 14-24mm f / 2.8 AFSQuase tão nítida quanto as 16-35mm, só que muito maior em tamanho e também muito mais cara.
Esta tente só é uma boa opção para aqueles que realmente precisam de uma lente com 14mm fora isto é melhor fica com as 16-35mm.
O maior problema desta lente é que o para-sol não destaca da lente, o que impede totalmente a utilização de filtros, o que pode ser um grande problema para muitos.
Sample image Nikon 14-24mm f / 2.8 AFS
Nikon 14-24mm f / 2.8 AFS


Wide angle mais baratas

Nikon 20-35mm f / 2.8D
Nikon 20-35mm f / 2.8D

Nikon 20-35mm f / 2.8Duma das primeiras, se não a primeira ultra wide angle produzida pela Nikon.
Ótima qualidade de imagem e é ótima opção para quem não quer comprar a gigante 14-24. O custo dela hoje no mercado de usado é meio, para uma lente desta qualidade.
Sample image Nikon 20-35mm f / 2.8D
Nikon 20-35mm f / 2.8D


Nikon 18-35mm f / 3.5-4.5
Nikon 18-35mm f / 3.5-4.5

Nikon 18-35mm f / 3.5-4.5, talvez esta aqui seja a uma das lentes da Nikon que você pode até ter, mas provavelmente não vai confiar tanto nela assim.
É uma lente que a marca não fabrica mais, então você terá que acha-la no mercado de usados.
Os maiores problemas desta moça ai são o preço e a contração da lente, ele tem muito plástico em sua construção o que nem de perto justifica o alto preço.
Vale mais a penas pegar umas de suas irmãs mais caras, e também muito mais confiáveis.
Sample image Nikon 18-35mm f / 3.5-4.5
Nikon 18-35mm f / 3.5-4.5


 Nikon 20mm f / 2.8 AF
20mm f / 2.8 AF

20mm f / 2.8 AF, aqui talvez este a melhor opção de todas as wide angles da Nikon. Leve, pequena, ótimo preço e qualidade de imagem muito boa mesmo em ambientes com pouca iluminação. Este é uma das lente que seu kit precisa ter!
Sample image Nikon 20mm f / 2.8 AF
20mm f / 2.8 AF


Zoom de médio alcance

Nikon 24-70mm f / 2.8 VR
Nikon 24-70mm f / 2.8 VR

Nikon 24-70mm f / 2.8 VResta é uma lente relativamente recente da Nikon. produzida em 2015, tem um bom alcance, mas pode ser considerada um pouco curta para chamarmos de zoom.
É uma lente que tem ótima qualidade imagem, e é uma mão na roda para aqueles que querem ter uma lente para varias situações.
Sample image Nikon 24-70mm f / 2.8 VR
Nikon 24-70mm f / 2.8 VR


Quase o mesmo alcance só que mais baratas

Nikon 24-85mm AFS
24-85mm AFS

24-85mm AFSpequena, leve e muito divertida de usar, esta lente tem um ótima range de zoom, e você pode leva-la para todos os lugares sem que suas costas reclamem.
Da série de zooms de meio alcance ela com certeza é uma das que mais se destaca.
Sample image Nikon 24-85mm AFS
24-85mm AFS


Nikon 28-105mm AF-D
Nikon 28-105mm AF-D

28-105mm AF-D, outra prima zoom de meio alcance, com alçasse final de 105mm o que pode ser ótimo para aqueles que requer fazer retratos.
Prima qualidade de imagem e tamanho relativamente pequeno, vale cada centavo que você gastar nela.
Sample image Nikon 28-105mm AF-D
28-105mm AF-D


Nikon 28-200mm G
Nikon 28-200mm G

Nikon 28-200mm G, uma ótima opção de lente zoom é a Nikon 28-200 G, infelizmente você só vai encontrar ela no mercado de usados. Das lente “tudo em um” ele será sua melhor opção.
Bem nítida relativamente pequena e com qualidade de imagem de impressionar talvez ela seja a única lente que você precisara levar em sua próxima viagem.
Sample image Nikon 28-200mm G
Nikon 28-200mm G


Lentes para Nikon full frame – Tele objetivas

Aqui o negocio é para quer fotografar longe, fotos de animais, pássaros e outras coisas. As tele objetivas da Nikon são ótimas e com certeza você vai querer tem uma delas.

Nikon 70-200mm VR II
Nikon 70-200mm VR II

70-200mm VRII, esta lente é para aquele publico que leva a sério a fotografia, lente com um ótimo range de zoom e uma ótima qualidade de imagem.
Ela faz ótima imagens em toda a extensão do zoom, vale muito a pena para aqueles que irão fazer fotografia de shows e eventos.
Sample Image Nikon 70-200mm VR II
Nikon 70-200mm VR II


Nikon 70-300mm VR
Nikon 70-300mm VR

Nikon 70-300mm VRse você que uma tele ótima mas não quer destruir sua conta bancaria compre agora uma 70-300 VR. Este lente produz ótima qualidade e é bem construída.
Não é uma lente que tem um bom desempenho em situação com pouco iluminação, mais ele é totalmente funcional em situação onde a iluminação ajuda.
Sample image Nikon 70-300mm VR
Nikon 70-300mm VR


Nikon 80-400mm VR
Nikon 80-400mm VR

Nikon 80-400mm VRse você quer um pouco mais de alcance a 80-400mm pode ser uma boa pedida.
Ela é grande e difícil de carregar para todo lado,mas se você em uma situação onde programou levar esta belezinha ele irá te ajudar muito.
Talvez o maior problema desta lente não seja o tamanho e o peso, mais o auto foco lento, para cenas com muita ação como esporte por exemplo ela te dará um certo trabalho, mas não é de forma alguma carta fora do baralho.
Sample image Nikon 80-400mm VR
Nikon 80-400mm VR


Lentes universais para Nikon Full Frame

Acho que todos gostaria que existisse uma lente realmente universal, que vai abrange o range de uma wide angle profissional até um zoom absurdo tudo isto com uma abertura super rápida e ótima qualidade de imagem.
Bom tal lente não existe, logo existem poucas opções de lente que podemos chamar de tudo em um.

Nikon 28-300mm VR, 
Nikon 28-300mm VR,

Nikon 28-300mm VR,  você é uma pessoa pratica e gosta de carregar pouca coisa? Se a resposta for sim você já pode clica no link e comprar esta lente pois não vai precisar de mais nenhuma outra.
A Nikon 28-300mm VR é uma ótima lente, tem qualidade de imagem ótima e tamanho e peso muito bons, para que vai andar com uma câmera e uma lente.
Claro que ela não é perfeita, fotografar coisas em movimento com ele pode ser um pouco difícil, pois seu auto foco não é uma maravilha e se você se encontrar em situações com pouca iluminação você também não estará totalmente preparo caso carrega apenas ela em sua mochila.
Sample image Nikon 28-300mm VR, 
Nikon 28-300mm VR, em 28mm

Sample image Nikon 28-300mm VR, 
Nikon 28-300mm VR, em 300mm


Lentes para Nikon full frame – Retratos

Falar de lente para retrato é igual falar de tipo de açúcar pra bolo, que não entendo muito do assunto acha que açúcar é tudo igual, bem, não é muito por ai.
è obvio que você consegue fazer ótimos retratos com a maioria das lente, porem existem algumas que sim irão te ajudar, e muito, na hora de captar aquele momento tão particular.

Nikon 135mm f / 2 DC
Nikon 135mm f / 2 DC

Nikon 135mm f / 2 DCvocê gosta de fotografia? Gosta de retratos? Quer fazer isto de forma profissional? Então procure uma Nikon 135mm DC agora.
É uma das lente mais icônicas da marca para o seguimento de retratos.
A sigla DC, que significa Defocus control, da nome a sistema patenteado pelo marca para um controle de desfoque do fundo, extremamente bonito e inteligente, desta forma você terá muito mais controle sobre a imagem.
Muito nítida e precisa e lente irá te ajudar a produzir ótimas imagem e seus retratos definitivamente nunca mais serão os mesmos.
Sample image Nikon 135mm f / 2 DC
Nikon 135mm f / 2 DC

sample image Nikon 135mm f / 2 DC
Nikon 135mm f / 2 DC


Nikon 105mm f / 2 DC
Nikon 105mm f / 2 DC

Nikon 105mm f / 2 DC, também uma lente da linha DC, a 105mm é ligeiramente menor que a 135mm mas tão boa quanto.
Produz ótimas imagens, apesar de ser um pouco menos nítida que a 135mm, é uma boa opção. Particularmente eu ficaria com a 135mm.
Sample image Nikon 105mm f / 2 DC
Nikon 105mm f / 2 DC


Nikon 85mm f/1.8 G
Nikon 85mm f/1.8 G

Nikon 85mm f/1.8 Gpara aqueles que estiverem com a carteira um pouco mais murcha a 85mm F1/8 G é uma ótima pedida.
Bem mais recente e barata que linha DC da Nikon esta lente vai te impressionar logo de cara.
Qualidade de imagem muito boa, tamanho reduzido e ótima nitidez fazer desta moça ai uma boa opção para quem não estiver com certa presa de ter uma lente prime para retratos.
Sample image Nikon 85mm f/1.8 G
Nikon 85mm f/1.8 G


Lentes para Nikon full frame – Macro

Se você é deste time, definitivamente um equipamento adequando irá te ajudar muito na hora de conseguir suas imagens em close.
E a macrofotografia é muito dependente de lente que tenham esta habilidade.
Como opção temos as Micro-NIKKOR 55mm f/2.8 e as AF-S Micro Nikkor
60mm f/2.8G ED que são lente caras, e para ser sincero elas mais te atrapalham do que te ajudam.
Você tem que ficar tão perto do assunto a ser fotografado que provavelmente você impedirá que luz atinge seu modelo, nado muito trabalho para fazer a foto.

Nikon 105mm f / 2.8 VR Micro
Nikon 105mm f / 2.8 VR Micro

Nikon 105mm f / 2.8 VR Micro, a 105mm Micro provavelmente será sua melhor opção de lente macro no universo de lentes para Nikon Full Frame.
Extrema mente bem construída esta lente é capaz de produzir ótimas imagens 1:1, o preço dela combinado com sua qualidade fazem desta moça a melhor opção de lente macro.
Se você gosta de macrofotografia e tem uma Nikon é pecado não ter esta lente.
Sample image Nikon 105mm f / 2.8 VR Micro
Nikon 105mm f / 2.8 VR Micro

Nikon 200mm f / 4D AF
Nikon 200mm f / 4D AF

Nikon 200mm f / 4D AF Microse o amor por chegar bem pertinho das coisas for muito sério, em algum momento de sua vida você irá querer este canhão ai de cima.
A 200mm F/4 Micro pode ser considerada uma das melhores lentes do mundo para este segmento de fotografia.
Extremamente nítida e com alcance mais que suficiente para ficar longe do que você esta fotografando e não ter nenhum problema com a iluminação justificam seu preço um pouco salgado.
Sample image Nikon 200mm f / 4D AF
Nikon 200mm f / 4D AF


Lentes para Nikon full frame – Fisheye

Odiadas por muitos, adoradas por outros. As lentes fisheye sempre terão seu lugar em qualquer lista de equipamentos legais para se ter na mochila.
Produzem um efeito esférico nas fotos muito bacana e funcionam muito bem em esportes de ação, mas trabalhando com a criatividade podem ser utilizadas em muitas situações.

Nikon 16mm f / 2.8 AF Fisheye
Nikon 16mm f / 2.8 AF Fisheye

Nikon 16mm f / 2.8 AF Fisheyeesta aqui talvez seja a melhor opção para aqueles que tem uma Nikon Full Frame, pois ele consegue preencher todo o sensor de sua câmera sem que falte imagem em algumas áreas.
Este lente é bem divertida e vai fazer ótimas fotos, mesmo com pouco iluminação.
Por se tratar de uma lente fisheye e sempre bom lembrar que a imagem terá um nível de distorção, então caso compre uma usa-a com moderação para não perder a graça!
Sample Image Nikon 16mm f / 2.8 AF Fisheye
Nikon 16mm f / 2.8 AF Fisheye


Claro que estas não são todas as suas opções de lentes para sua Nikon Full Frame, pois anda temos outros marcas de lente como Sigma, Zeiss entre outras.
Mas com esta lista que você acabou de ler estão todas as melhores opção de lente nativas do sistema Nikon.
Cada pedaço de vidro listado ai acima irá funcionar perfeitamente se você tiver umas das maquinas de sensor FF grande da Nikon, e o preço de muitas delas vale cada centavo.
Uma dica, invista seu dinheiro em lentes, pois com ele provavelmente irão ganhar valor com o tempo além de fazerem uma diferença instantânea em suas fotos.
Deixei seu comentário ai embaixo com sua experiência com alguma destas lentes!

Gostou deste artigo? Ajuda a divulgar o blog e compartilhe o artigo em suas redes sociais, isso me ajuda muito!

Não deixem de o artigo mais recente sobre as melhores câmeras DSLR de 2018 clicando aqui
Categorias
Câmeras e lentes Novidades na fotografia

Nikon D500, a nova queridinha da familia

Todo mundo sempre acho que precisa de uma câmera full frame, mas será que isto é realmente verdade, elas são assim tão melhores? Bom esta ai Nikon D500 pra provar que todos estavam errados.
Boa parte dos fotógrafos, inicialmente, optam por maquina com sensor cropado única e exclusivamente por conta de seu custo reduzido, quando comparamos com uma câmera full frame. 
Então se você esta se perguntando por que a Nikon resolveu criar mais uma câmera com sensor crop, talvez grana seja a resposta, mas cá entre nos esta câmera bota muita coisa full frame que existe por ai no bolso.
Então se esta pensando em investir em um novo corpo para a plataforma Nikon, leia todo este artigo e tire suas conclusões sobre a nova queridinha da família a Nikon D500.

Nikon D500, a nova queridinha da família de câmeras Nikon

Nikon D500.

Primeiras impressões

A primeira coisa que se nota na Nikon D500 é o seu tamanho, ele é grande, e ao contrario da crença popular uma câmera com sensor DX sempre são menores, a D500 quebra este mito, ela tem tamanho de câmera PRO.
A segunda coisa que se nota logo de cara é a semelhança, de posicionamento, dos controles com a D800. E em mais de um aspecto a Nikon D500 se parece com a D800.
O que ajuda bastante afinal a maioria dos consortes estão ao redor do corpo da câmera, evitando que você tenha que acessar toda hora os menus para mudar alguma configuração.
Apesar de ter muitos controles ao redor do corpo ela, como a maioria das Nikons, não é confusa na hora de fazer os ajustes, então você~e pode mudar variar configurações sem ter que tirar os olhos do visor.
Nikon D500

ISO e ruído

A Nikon D500 chegou para cobrir o buraco da popular D300, que foi lançada a alguns anos.
A Nikon D300, sempre foi uma prima maquina em quase todos os quesitos, porem sempre deixou a deseja quando o assunto era ajustes de ISO mais altos, então sempre que você usava algum ajuste maior la vinha o ruído junto.
Na D300 o ISO máximo era de 3200, enquanto na D500 ele chega a absurdos 512.000, assim não interessa qual seja a condição de iluminação você sempre terá suas fotos, e o nível de ruído na D500 é consideravelmente pequeno.

Nikon D500
ISO 6400 usando as mãos

Nikon D500
ISO 200 usando um tripé

Saiba mais sobre ISO e exposição aqui

Megapixels e tamanho da imagem

 
 
Esta câmera com som um sensor de 20MP, o que já mais que o suficiente para a maioria das pessoas, e o tamanho dos arquivos em RAW é de 25mb.
Não é um arquivo tão quanto de outras câmera por ai, mais sim é suficientemente grande para fazer você pensar em como vai armazenar suas fotos.
Nikon D500

Bateria

Apesar de muito semelhante a bateria de D800 a bateria de Nikon D500 é uma nova versão, então use apenas baterias para D500.
Se você tem baterias muito semelhante uma boa ideia é marca-las para não misturas e assim evitar problemas.
Já o carregador é o mesmo usado pela D800, o que é bom se você já é dono de uma belezinha destas.
Como na maioria das câmeras da Nikon o desempenho da bateria é um show a parte, você pode sair por mais de um dia de fotos sem ter que se preocupar com a carga da mesma.
Mas é claro que se você é do tipo que confere absolutamente todas as fotos que você tira na hora que foram tiradas o use excessivo do display irá diminuir a carga de sua bateria muito mais rápido.
Como na maioria das câmeras DSLR a vida útil das baterias é grande, então você só irá se preocupar em substituir a bateria da Nikon D500 depois de uns belos anos de uso.
Nikon D500

Liberação remota do obturador

Uma coisa sempre a manter em mente quando você compra um câmera nova é quais acessórios você já tem que irá funcionar com seu novo brinquedo.
E falando em controle remeto o MC-36 funciona perfeitamente bem, tanto para as D800, D300 e é claro para a Nikon D500.
Isto pode te economizar uns bons trocados, e não só no caso do controle, mas também sempre de uma olhada em outros acessórios que possam ser intercambiáveis.

Nikon D500

Área de focagem

Aqui é que o negocio começa a ficar bem sério. A Nikon D500 conta com o mesmo sistema de focagem de um dos mais recentes lançamentos da marca, a Nikon D5.
Ele conta com 153 pontos de focagem, e na pratica isto te diz que você pode usa-los em tono o quadro. Ele também é muito rápido banzo com que você possa seguir o assuntos a ser fotografado sem o menor problema.
Nikon D500
 

Cartões de memória

A Nikon D500 conta com dois slots de armazenamento, um para cartão SD e um outro para cartões XQD, que são cartões relativamente recentes, e cada vez mais comuns em câmeras Nikon.
A razão pela qual cartões mais rápidos vem sendo cada vez mais comuns em algumas câmeras da-se a fotos de algumas deles precisaram desta capacidade de gravação do cartão para poderem usar todos seu poder em fotos com muitos quadros por segundo.
Como a Nikon D500 pode atirar em até 12FPS, um cartão de memória rápido é quase mandatário.

Tela sensível ao toque

O display traseiro da D500 traz uma coisa muito bacana, além de poder ser angulado ele também é sensível ao toque.
Recurso que facilita muito a vida na hora de rever suas fotos ou ajustar alguma configuração, quando estiver usando o LiveView.
Nikon D500

Fator de corte

A Nikon D500 tem o fator de corte 1.5x. Basicamente, isso significa que se você tem uma lente full frame, como a 70-200mm, quando você usá-lo no D500 a lente torna-se essencialmente como um 105-300mm. Esta é uma das vantagens de usar um corpo de câmera DX com lentes de full frame.

Para quem é a Nikon D500?

Provavelmente o usuário que irá se interessar pela D500 é aquele que quiser tirar proveito do fator de corte, isto significa não gastar milhares de reais em lente tele objetiva.
Ter a capacidade de usar uma lente de 300mm ja é bom, usando ela em um corpo DX isto para a ser 450mm o que pode ser fantástico em alguns casos, afinal quanto mais longa é a lente mais caro ela costuma ser.

Nikon D500
D500 usando o fator de corte. Lente 80-200 se tornou uma 277mm para esta foto.

Outro publico que se beneficiará muito desta câmera é aquele que gosta de fotografar esportes, com uma boa qualidade de autofoco e contado com muitos quadros pode segundo ela parece ser a ferramenta ideal para este publico, junte isto ao fator de corte e tudo fica mais que perfeito.

Aplicativo Snapbridge

Este é um novo aplicativo desenvolvido pela Nikon que possibilita conectar o smartphone à câmera.
Ele é diferente de outros que usam Wi-Fi para controlar a câmera, o Snapbridge permanece conectado ao seu telefone o tempo todo.
Você pode fazer o upload de fotos, usá-lo para tirar fotos e também mantém o firmware da câmera atualizado.
Ele está disponível para iPhones e Android, embora seja um pouco mais difícil de usar com um Android.

Conclusão

A Nikon D500 é uma ótima câmera, e quem for o felizardo em comprar uma desta definitivamente não vai se arrepender.
Fácil de usar, rápida e com uma qualidade de imagem muito boa e se torna um ótima opção para aqueles que querem um novo corpo DX.
Mesmo aqueles que são donos de câmeras full frame irão se impressionar com a qualidade de Nikon D500, principalmente se você não tem uma Full Frame atual.

Gostou do artigo? Compartilhe em suas redes sociais.

Categorias
Câmeras e lentes

Melhores câmeras DSLR 2016

Você quer comprar uma câmera DSLR, mas não sabe para onde ir? Então você chegou ao lugar certo, pois é aqui que nós relacionamos as melhores câmeras DSLR de 2016.
Neste mega artigo de final ano você verá um apanhado do que tem de melhor no mundos das câmeras digital single reflex no mercado.

As Melhores câmeras DSLR 2016

Pra quem não sabe exatamente o que é uma câmera DSLR, ela é uma câmera onde as lentes podem ser removidas de modo que diferentes ópticas podem ser anexadas.
Esta variedade permite que você começa com poucas lente e vá agregando equipamento com o passar do tempo, a fim de buscar novos resultados de imagem.
Não confunda uma DSLR com uma câmera de sistema compacto, ou câmeras mirrorless, que é um sistema mais jovem e que vem invadindo a terra nos últimos anos.

Veja mais sobre mirrorless aqui

Lição rápida, montagem das lentes

Uma coisa muito bacana sobre as câmeras DSLR é que a marcas gostam de manter uma certa herança de série para série de câmeras.
Sendo assim, caso você tenha uma coleção de lentes de uma determinada marca será bem provável que você possa comprar apenas um corpo novo e poderá continuar fotografado.
A montagem para as lentes da marca Canon se chama EF, para Nikon F-mount, para Pentax K-mount e já a Sony utiliza o A-mount.
Sempre pesquise antes se comprar um lente, ou corpo de câmera, novo pois as vezes existem algumas exceções, então não coloque o seu bolso em risco.

Tamanho do Sensor

Uma coisa muito importante a se pensar é o tamanho do sensor que você gostaria de usar, se será um sensor APS-C, o famoso sensor cromado, ou se será um sensor full-frame, equivalente ao filme de 35mm.
Aqui cada caso será um caso, pois os dois tipos de sensor tem suas vantagens. Apesar de vermos os sensores full-frame mais comumente nas câmeras DSLR top de linha.

Cameras DSLR nível iniciante

Nikon D3300

cameras dslr
Nikon D3300

Ao você decidi entrar no mundo das câmeras DSLR, mas você não tem tenta grana assim pra investir em uma câmera top de linha como sua primeira cara.
A Nikon tem vários modelos de câmeras DSLR e uma delas é a Nikon D3300, um dos modelos mais básico da marca e ótimo para te introduzir no mundo das DSLR.
Camera de nível iniciante, mas muito completa, todos os controles bem dispostos pelo corpo da maquina e com boa qualidade de imagem.
Este câmera definitivamente te ensinará a fotografar, a conseguir uma boa exposição, além de fazer ótimas fotos no decorrer do processo.
Também conta com um modos automáticos que te ajudaram em situações mais difícil, onde você só quer apontar e fotografar.
Uma das desvantagens desta câmera é que o visor cobre apenas 955 imagem real, então você nunca vê exatamente tudo que você gostaria de fotografar.
Com um sensor APS-C de 24MP a qualidade de imagem da Nikon D3300 vai te impressionar, digna de uma boa competição com maquina muito mais caras que ela.
Combine isto com uma lente de boa qualidade e você terá um ótima equipamento nas mão.
A versão mais recente da marca, a Nikon D34000, adiciona apenas conectividade Wi-FI nativa na câmera, o que talvez possa ser interessante em alguns casos.

Veja imagens feitas com a Nikon D3300 aqui.

Canon EOS 1300D

cameras dslr
Canon 1300D

A grande concorrente da Nikon D3300 é a Canon 1300D, é que é uma aposta bem segura já que custa um pouco menos que a D3300 sem perder nenhuma das principais características.
Apesar de fazer ótimas imagens e ter um bom visor a Canon 1300D peca um pouco na qualidade do display, e se você quer usa-lo para fazer fotos sugiro procurar uma câmera mirrorless, que vai ganhar em disparado neste sentido.

Veja as melhores cameras mirrorless de 2016 aqui

Assim como na Nikon D3300, a Canon 1300D tem as mesmas limitações quanto ao campo de visão do visor, mas nada que te impeça de fazer ótimas fotos.
Também usando um sensor APS-C só que com 18MP de resolução qualidade de imagem é boa, mais um pouco inferior as imagens da Nikon.
Ela é o que podemos chamar de pechincha pois é uma câmera DSLR muito barata com um boa qualidade de imagem.
Independente de qual das duas você escolha, certamente estará muito bem servido. E isto vai ajudar a pavimentar seu caminho para um futuro upgrade.

Veja fotos feitas com a Canon 1300D aqui

Melhor Camera DSLR de pequeno porte

Canon EOS 100D (Canon EOS SL1)

cameras dslr
Canon 100D

Nesta categoria a Canon EOS 100D não tem concorrência, podemos até chamar de categoria própria.
Ela é uma maravilha da tecnologia em tamanho reduzido, e com preço bem convidativo, e isto pode ser um fator determinante para sua escolha.
Tem um sensor de 18MP similar ao das EOS 700D e produz boa qualidade de imagem, o fato da câmera ser pequena para uma DSLR faz com que teu trabalho venha a ser bem mais fácil e menos cansativo.
Infelizmente é bem prova que não vejamos mais câmeras DSLR deste tamanho já que tanto a Canon quanto a Nikon preferiram migrar para as câmeras mirrorless, quando a assunto é tamanho reduzido.

Veja fotos com a Canon SL1 aqui

Cameras DSLR de nível intermediário.

Canon 80D

cameras dslr
Canon 80D

Se você esta procurando uma câmera faz-tudo talvez uma das suas melhores opções é a Canon 80D, umas das câmeras DSLR mais bem sucedidas para este tipo de função.
A Canon 80d se destaca bastante pelo seu novo sistema de autofoco, o Dual Pixel AF, que utiliza dois sistemas de detecção de fazer, um no sensor e outro no visor.
Conta com 45 pontos de foco, o que é muito bom, alguns deles podendo trabalhar de forma cruzada com outros para acelerar o processo de focagem mesmo com lentes mais lentas.
O visor também é uma grande melhoria nesta câmera, cobrindo 100 da imagem que será grava pelo sensor, então você fotografa exatamente o que esta vendo.
O display traseiro conta com tecnologia touchscreen, o que pode facilitar a operação da câmera em alguns casos, alem de contar com sistema de inclinação, o que definitivamente facilita a vida.
Ótimo qualidade de imagem, melhorias na tecnologia, e o preço fica cada dia melhor. Talvez esta posa ser sua primeira arame dlsr.

Veja fotos tiradas com a Canon 80D aqui

Nikon D7200

cameras dslr
Nikon D7200

Grande concorrente disputando o mercado cabeça a cabeça com a Canon 80D, a Nikon D7200 é a atualização da antiga Nikon D7100.
A Nikon D7200 parece ter dado um passo atrás quando olhamos para seu display sem inclinação, isto para uma DSLR moderna e quase um sacrilégio.
Mas quando olhamos mais de perto, percebemos que alem do visor ótico contar com uma cobertura da 100% ela ainda vem com recursos de conectividade muito bacanas, como NFC e Wi-Fi.
Quando falamos do sistema de autofoco, que talvez seja a melhor qualidade desta câmera, o assunto começa a fica bem sério.
Contando com 51 pontos de focagem o Multi-Cam 3500 pode foco impressionantemente rápido para uma câmera DSLR dita como de nível intermediário.
Mesmo não se tratado de uma câmera DSLR das mais baratas a Nikon D7200 merece todo o respeito, mesmo não tendo display inclinável. E com certeza você irá pensar duas vezes em cortar um corpo novo depois de ter um deste.

Veja fotos capturadas com a Nikon D7200 aqui.

DSLR Full-Frame de entrada

Nikon D610

cameras dslr
Nikon D610

As palavra full-frame e modelo de entrada tendem a não combinar muito, dado o fato de que você tem que meter a mão no bolso de forma generosa para comprar qualquer uma das câmeras dlsr full-frame do mercado.
Então você precisa estar certo de que quer mergulhar fundo no mundo das câmeras DSLR, pois o investimento vai ser alto.
A Nikon D610 é a evolução da antiga Nikon D600, e posso dizer que elas não tem tanta diferença tecnologia assim.
Ela foi a solução que a Nikon achou para acabar com o problema das D600 que espirravam óleo no sensor, estragando suas imagens.
Alem disto a Nikon resolveu dar uma bombada em alguns recursos para justificar também o aumento no preço desta câmera.
A Nikon D610 é uma ótima opção para aqueles que querem ter a disposição um sensor full-frame e não precisão ter um sensor com 36MP, igual ao da D810.
Com uma ótima qualidade de imagem, e alguns recursos interessantes com Wi-FI, que apenas funciona se você tiver o dongle Wu-1b, esta câmera é algo muito interessante para aqueles que querem começa a falar sério na fotografia.

Veja a Nikon D610 em ação aqui

Melhores cameras DSLR top de linha (APS-C)

Nikon D500

cameras dslr
Nikon D500

Esta aqui não é nenhuma atualização feita pela Nikon para a famosa D300S, é uma câmera totalmente nova.
Ela definitivamente é uma das câmeras DSLR mais  impressionantes que saíram este ano, com quase todas as especificações da top da linha da marca, a Nikon D5, só que num corpo menor e com um sensor APS-C.
Conta com um sensor de 21MP, e um novo processador de imagens o Expede 5 e tem uma senilidade ISO monstruosa, cerca de 1.640.000.
Com um sistema de auto foco muito refinado para uma câmera DSLR deste tipo a Nikon D500 é uma seria concorrente a câmera do ano.
Apenas alguns detalhes conta contra ela, com cartas configurações desnecessárias, com a emulação de ISO em móveis muito altos, e que geram muito ruído.

Veja este monstrinho em ação, Nikon D500 fotos aqui

Canon EOS 7D Mark II

cameras dslr
Canon 7D

Uma forte concorrente ao posto de melhor câmera DSLR de 2016 é a Canon 7D MarkII.
Esta moça o conta consistem de autofoco com 65 pontos de focagem, um medidor de exposição infravermelho, e um novo sistema de obturador que permite até 200.000 ciclos.
Tanto a 7D MarkII quanto  a Nikon D500 conseguem disparar a 10 quadros por segundo, uma quantia bem razoável para qualquer pessoa.
A Canon 7D MII traz na bagagem um novo sensor de 20.2MP, e que tem ótima qualidade de imagem. Curiosamente vimos que as duas são bem semelhantes.
Existem algumas lacunas de recursos nela, como a falta de display articulado, tela com touchscreen e principalmente a captura de videos em 4K.

Veja fotos tiradas com a Canon 7d MKII aqui

Melhores câmeras Dslr com Alta resolução

cameras dslr
Nikon D810

Nikon D810

Entra ano e sai ano e ela continua no mesmo posto, la em 2012 todos acharam loucura a Nikon lançar uma câmera com 36MP de resolução. E num que depois ela ainda ganhou um filhote.
A Nikon D810 manteve a resolução de sua antecessora e ainda trouxe alguns ajuste no desempenho afim de melhorar a qualidade da imagem, e da operação.
Tudo isto envolve em um corpo extremamente resiste e com um sensor full-frame tornam este criança o sonhos de muitos fotógrafos.
Conta ainda com um excelente sistema de auto foco, um dos melhores até hoje, com 51 pontos de focagem.
Definitivamente se você decidir ir por este caminho você não vai se arrepender. A única coisa que pode te acontecer é você demorar alguns anos pra recuperar sua conta poupança.

Veja os absurdos 36MP da Nikon D810 em ação aqui.

Canon EOS 5DS

cameras dslr
Canon 5Ds

Esta claro que a guerra entre as marcas de câmeras DSLR esta bem definida entre Nikon e Canon e é claro que a Canon não podia deixar passar em branco o lançamento da D810.
E assim nasceu a Canon uma câmera DSLR full frame com 50MP de resolução, a Canon EOS 5ds, uma câmera com sensor de 35mm para fazer uma bela frente as câmeras de formato médio.
Ela não é uma câmera para qualquer um, o foto de ter tanta resolução assim quase não te permite pegar a câmera e sair fotografando em no piloto automático.
É uma das poucas a derrubar do trono a Nikon D810 quando falamos em resolução, e quanto escolhemos a lente certa e os ajuste de exposição corretos ela é capaz de fotografar absurdamente bem.

Veja fotos tiradas com a 5Ds aqui 

Melhores câmeras dlsr para vídeo

Sony Alpha A99 / Mark II

cameras dslr
Sony Alpha A99 / Mark II

Nem só de fotografia vive o mundo das câmeras DSLR, e como não poderia faltar temos aqui uma boa opção para aqueles que querem fazer filmes com suas câmeras.
A Sony Alpha A99 Mark II é uma câmera com sensor full-frame e conta com tecnologia nas lente chamada SLT, Sony’s single lens translucent, com um sistema de autofoco muito silencioso e rápido.
Tudo isto pode ser conferido ao vivo no display traseiro da maquina, que o sinal funciona quase que na mesma velocidade que o visor.
Ela conta com um sensor de 42MP, bem impressionante, alem de poder gravar filmes em 4K. Se o negocio é filmar definitivamente você pode escolher este moça aqui.

Confira um vidros feito com ela em 4K aqui

Melhor câmera DSLR pra entusiastas (full-frame)

Canon EOS 5D Mark IV

cameras dslr
Canon EOS 5D Mark IV

Digamos que você ja esta fotografando a algum tempo e quer se testar no mundo das câmeras full-frame mas sem estourar o orçamento investindo em um equipamento “profissional”.
Talvez um boa escolha natural seja você procura uma Canon 5D markIV é quase o equilíbrio perfeito entre resolução, qualidade de imagem, auto foco e preço.
única nesta categoria, dada a ausência da Nikon neste setor do mercado, faz dela uma das poucas opções disponíveis.
Talvez a maior concorrente dele seja a X-T2 da Fuji, mas esta é mirrorless.
Definitivamente é ótima câmara para todas as situação, mesmo em baixa iluminação.

Melhor DSLR profissional (full-frame)

Canon EOS 1D X Mark II

cameras dslr
Canon EOS 1D X Mark II

Sabe quando o negocio fica sério, bem sério mesmo, então se você chegou até aqui, você certamente quer, se é que já não é, se tornar um fotografo profissional.
E as escolhas mais lógicos do momento, principalmente se você gosta de fotografar esporte ou cenas deste tipo, é a Canon EOS 1D X Mark II ou a Nikon D5
A Canon consegue fazer fotos em velocidade muito grande até 14 fps, este ritmo ja esta mais que perfeito para não deixar dela qualquer detalhe do movimento da cena.
A duração da bateria da 1D X II é algo também muito impressionante, parece durar para sempre, ela é câmera quase perfeita para todos os tipo de trabalho.
Com um sensor full-frame de 20.2MP e um sistema de autofoco de 61 pontos fazem com que qualquer detalhe da foto possa ser guardado para eternidade.

Veja fotos com esta velocista aqui

Nikon D5

cameras dslr
Nikon D5

Esta aqui é a reposta da Nikon para a câmera velocista da Canon, pena que ele quase chegar perto, ainda falta um pouco pelo menos no quesito velocidade.
A Nikon D5 é o mais recém lançamento da Nikon no setor de câmeras DSLR profissional, e ela é uma câmera de respeito, alias de muito respeito.
Ela é capaz de fazer fotos em 12 fps, em modo normal, perdendo por 2 quadro para sua concorrente da Canon, mas quando travamos o espelho dela a D5 é capaz de igualar as velocidades da 1DX II.
Além disto ela com  um sistema de autofoco ridiculamente grande, 153 pontos, iguais o sistema que são utilizados na D500 também da Nikon.
Mesmo em condições de baixa iluminação este sistema é capaz de seguir o assunto pela cena sem muitos problemas, definitivamente um grande avanço.
Podemos dizer que para o consumidor comum esta seria a Ferrari das câmeras dlsr, um pouco mais lenta que as Lamborghini, ou seja a 1Dx II, mas definitivamente tão boa quanto.
Estas foram as melhores câmeras Dlsr de 2016, mesmo que algumas delas já tenha sido lançada a alguns anos, elas estão nesta lista pois se destacam em mais de um quesito e não tem muitas concorrente.

Veja fotos tiradas com a Nikon D5 aqui

Gostou do artigo? Considere compartilhar em suas redes sociais e ajuda o blog !

Veja também as Melhores DLSR de 2017

E não perca a versão mais atual, As Melhores DLSR de 2018

Categorias
Câmeras e lentes

Nikon anuncia AF-S NIKKOR 105mm f / 1,4E ED Prime

Super rápida e pronta para os mais aficionados em Bokeh, a nova lente prime da Nikon AF-S NIKKOR 105mm f / 1,4E ED vai deixar você com vontade de meter a mão na carteira!

De acordo com o material de imprensa, esta é a primeira lente de 105mm a bater a marca de 1,4 f / de abertura, o que significa que o seu comprimento focal mais longo  vai te mais uma opção para retratos com fundo desfocado

A clássica 85mm F1/4 da Nikon era que cumpria este posto interiormente, mas com a chegada da nova AF-S NIKKOR 105mm f / 1,4E ED as coisas irão mudar.

AF-S NIKKOR 105mm f / 1,4E ED

AF-S NIKKOR 105mm f / 1,4E ED

Em seu comunicado a imprensa a Nikon usou as palavras como “Luxuosos” “Sensual” claramente evidenciando o aspecto visual do bokeh que a lente produz.

Claro que na produção desta belezinha a Nikon colocou todas suas armas na mesa usando de sua mais recente tecnologia de controle de abertura eletromagnética.

Um claro indicio de que o mercado para as novas D500 e D5, recentes lançamentos da marca, esta apenas acordando.

Estes dos novos corpos são capazes de fotografar em sequências muitas rápidas e de fatos o novo sistema de abertura desta lente irá ajudar a manter o foco das fotos mesmo em disparos repetidos muito rápidos.

Ela usa revestimentos flúor para ajudar a prevenir que lente atrai poeira ou fique com marcas de  impressões digitais.

A nova AF-S NIKKOR 105mm f / 1,4E ED também usa a versão mais atual do Nano Crystal Coat para combater os reflexos.

Por dentro deste lente ela possui 14 elementos divididos em 9 grupos, o que inclui 3 elementos de baixa dispersão e uma abertura de 9 laminas.

Apesar da distância focal extra, esta nova lente não parece muito maior do que a Nikkor 85 mm f / 1.4 classica.

AF-S NIKKOR 105mm f / 1,4E ED

Como já é de se imaginar tudo isto terá um preço, e bem salgado, a AF-S NIKKOR 105mm f / 1,4E ED será vendida em mercado americano por cerda de US$2200,00.

Isto faz dela uma lente bem cara, mas de qualquer forma ele não tem concorrentes no mercado, pelo menos por enquanto.