Categorias
Uncategorized

Coisas que o Lightroom não faz mas o ON1 PHOTO RAW 2018 faz

Não é difícil achar coisas que o Lightroom não faz, mas achar programas que façam estas coisas pode ser mais complicado do que parece.

Principalmente quanto temos que encontrar uma opção que ao mesmo tempo combine qualidade de edição, facilidade de uso e preço.

E sim preço é algo que será muito falado daqui para frente visto que o novo sistema da Adobe, o Creative tem desagradado muito gente, seja pelo custo ou pelo formato, afinal agora você apenas lugar os programas e não é mais dono deles.

Coisas que o Lightroom não faz mas o ON1 PHOTO RAW 2018 faz

Pra começar o On1 Photo Raw 2018 é um DAM (Digital asset Management Software) muito capaz. Pra quem não sabe o que é um programa DAM, é simples, é um programa onde você é capaz de catalogar, organizar, classificar e muitas vezes editar os seus ativos, ou seja suas fotos, de maneira simples. 

E hoje começo a falar On1 Photo Raw que é um grande concorrente ao Lightroom. Junto com ele temos o Capture One, Photo Mechanics, Adobe Bridge entre outros. 

Mas nem todos tem a capacidade de gerenciar, ou muitas vezes gerenciam muito bem mas não editam, e em outros caso não são tão baratos assim. 

E neste vídeo mostro algumas das coisas que o Lightroom não faz mas o ON1 PHOTO RAW 2018 faz muito bem. E se você procurando um programa capaz de tomar o lugar do Lightroom talvez este seja o candidato.

Ainda bem que temos um grande concorrente na parada o ON1 PHOTO RAW 2018, que é um ótimo programa para edição de fotos RAW ou JPEG.

Categorias
Uncategorized

CÓPIAS VIRTUAIS NO LIGHTROOM – 1 foto várias opções

Hoje vou mostrar o que são cópias virtuais no Lightroom e vou mostrar como você pode usar elas a favor da sua fotografia.

Normalmente quanto temos que editar a mesma foto com diferentes estilos para escolher a melhor opção ou apenas ter uma ideia de como a foto ficaria também em preto e branco, nos deparamos com o problema de duplicar arquivos.

E é sobre como evitar estar duplicatas de arquivos que comem espaço em seu HDD que surgiu o vídeo desta semana.

O que são cópias virtuais no Lightroom?

Cópias virtuais no Lightroom são uma forma do programa criar uma cópia da sua foto sem criar um novo arquivo que ocupa espaço no seu HDD. 

Ele simplesmente duplica todas as instruções no banco de dados do programa, para que você tenha duas fotos distintas para editar porém às vinda usando como referências o mesmo arquivo principal. 

Como o LIghtroom trabalha com edição não destrutiva, você pode fazer qualquer edição em qualquer uma das duas cópias de sua foto que ela ainda continuará intacta. 

Veja no vídeo acima como usar as cópias virtuais no LIghtroom e faça várias versões diferentes da mesma foto.

Se gostou deste post deixe nos comentários, isso me ajuda a saber sobre o que posso escrever na próxima semana! 

Presets gratís para Lightroom neste link https://goo.gl/1HfwU1. Todos os meses uma nova coleção de presets para Lightroom totalmente grátis.Para ver mais tutoriais para Lightroom clique aqui: http://bit.ly/2wKsFSC

Categorias
Análise Câmeras e lentes

Fujifilm XH1

Apesar de ainda estar de boca aberta com a Sony A7III tenho que confessar que a as mirrorless da Fujifilm tem sido parte dos meu sonhos de consumo atuais e a Fujifilm XH1 não é exceção.

Ele tomou completamente o lugar da XT-2 aqui no meu pensamento e definitivamente eu sei explicar por que.

Fujifilm XH1

A Fujifilm XH1 é o mais novo lançamento da marca e posso dizer que também é uma das câmeras mais esperadas do mercado.

É a grande tentativa da Fuji de entrar na competição de câmeras mirrorless destinadas não apenas para fotos mais também para vídeos, como a GH5 da Panasonic.

Ela rompe a barreira de equipamento para entusiastas na minha opinião e vai direto para o âmbito profissional da fotografia.

A Fujifilm XH1 é uma câmera foi lançada em Fevereiro de 2018 e conta com o famoso sensor APS-C X Trans III de 24 megapixels, que consegue provir imagens únicas.

Relativamente pequena mas sem deixar de lado coisa importantes como o corpo selado e resistente a interpretes a Fujifilm XH1é pau pra toda obra.

Fujifilm XH1

O melhor detalhe sobre a Fujifilm XH1 é que agora a Fuji conta com um modelo de câmera que tem estatização de imagem dentro do corpo, igual as câmeras top de linha da concorrência.

Os controles deste modelo são bem diferentes do que um usuário de câmeras digitais esta acostumado, ela com uma cara bem mais retro.

Mas isto não é nada que uns 10 minutos usando a câmera não faça você se acostumar, alias pra mim um dos grandes motivos de querer a XT2 e agora a Fujifilm XH1 é este visual mais reto!

Fujifilm XH1

A Fujifilm XH1 conta com uma tela de LCD no topo da câmera onde aparecem sua informações de exposição, recurso errado da GFX.

Com uma pegada bem similar a uma DSLR de pequeno porte você pode levar esta belezinha para qualquer lugar sem tem que se preocupar com o peso.

Umas das minhas tristezas com este modelo é tela, não me levem a mal mas eu espera mais.

Ela conta apenas com um tela inclinável, e eu adoraria ver uma tela toda articulada, podem se mover para qualquer direção igual a da nova M50 da Canon.

Isso é algo que todos os fabricantes deveriam adorar em seus modelos, eu até abro mão de recurso touchscreen, presentes na Fujifilm XH1, para ter uma tela articulada.

A qualidade da imagem da tela é outro papo, parece ótima, e o recurso de toque que permite reposicionar o foco enquanto filma é algo que me agrada!

Fujifilm XH1

O visor eletrônico é algo muito bem vindo, é um visor de OLED com aplicação de 0.75x e bem responsivo.

Como é de se esperar também temos conectividade sem fio nesta menina, como Wifi e Bluetooth e e também é possível para-la com seu celular para pegar a localização GPS das fotos.

Esta câmera foi desenvolvida para ser um ótimo híbrido foto / filme, e no quesito filme ela não deixa a desejar.

Podendo filmar em 4k, Cinema 4k e 1080p o único problema são as limitações de tempo de filmagem.

Quando trabalho em 1080p ela faz até 15 minutos de vídeo com 120 fps, ótimos para fazer slow motion.

Também com um perfil de cor novo o Eterna, que tem uma cara de filme de cinema já, e claro que esta presente um perfil para vídeos que serão corridos na pos, o perfil F-log 8 bits, que pode ser gravado direto no cartão Sd.

Fujifilm XH1

Assim no XT2 a quantidade de disparos quando fotografando é de 8 quadros por segundo com o obturados mecânico.

Já com o obturador eletrônico o numero sobre para 14 disparos por se segundo.

Se você quiser aumentar não só a velocidade de disparo, mas também o tempo de gravação de seus filmes a Fujifilm XH1 conta com o grip de bateria que permite isto.

Fujifilm XH1

Com a extensão das baterias você pode fotografar em até 14 quadros por segundo e filmar clips de até 30 minutos.

Por se tratar de tratar de uma câmera deste porte ela não tão cara, abaixo dos US$ 2000,00 sem o grip de bateria.

Quero ver quando, e se, ela vai chegar aqui em terras brasileiras. E é claro que adoraria testar esta moça na mão viu Fujifilm Brasil.

O que acham da Fujifilm XH1? Parece valer a pena?

Categorias
Uncategorized

3 Coisas que o Luminar faz e que o Lightroom não faz

Sim existem pelo 3 Coisas que o Luminar faz e que o Lightroom não faz com facilidade, e no vídeo desta semana vou mostrar para vocês como é simples usar o Luminar para editar suas fotos.

3 Coisas que o Luminar faz e que o Lightroom não faz

COmo venho falando há semanas o sistema de inscrição da Adobe é algo muito chato, principalmente para quem não é fotógrafo profissional e tem que tirar o dinheiro de outros lugar para alugar um programa para editar suas fotos.

E tentando achar uma alternativa boa e barata para resolver este problema encontrei o Luminar da Skulum, que não é um software extremamente caro e que conta com mais ferramentas do que o Lightroom.

Sendo assim ele é uma grande alternativa ao programa da Adobe. E no vídeo desta semana vou demonstrar pelo menos 3 coisa que o Luminar faz que o Lightroom não faz.

Para quem jã jã esta acostumado com o Lightroom vai se sentir em casa quando começar a usar o Luminar, e para aqueles que usar apenas o Photoshop para editar as suas imagens saibam que o Luminar também é capaz de substituí lo com facilidade. 

Se você já conhece e usa o Luminar e quer aprender mais sobre o programa tenho uma série de vídeos onde ensino praticamente todas as ferramentas dele, e mostro como é fácil editar as suas fotos sem ficar devendo nada para os programas da Adobe.

Se você conhece algum fotógrafo ajude ele a economizar dinheiro mudando para Luminar aposto que vai ser o melhor presente que você já deu para alguém.

Categorias
Análise Câmeras e lentes

Sony Alpha A7 Mark III

Depois da grande novidade que a Sony nos trouxe, a A9, achei difícil que logo eles trariam algo que me chamasse a atenção, pois é eles fizeram isto de novo com a Sony Alpha A7 Mark III.

Sony Alpha A7 Mark III

A Sony Alpha A7 Mark III é o mais novo modelo de nível  de camera mirrorless da marca, e é considerada a Full frame de entrada da Sony.

Com sensor de 24 megapixel, estabilização embutida no corpo disparo continuo de 10 fps e capacidade de filmar em 4k, esta belezinha é matadora!

Anunciada em fevereiro de 2018 a Sony Alpha A7 Mark III manteve a resolução da sua irmã anterior, mais trouxe um pacote cheiro de novidades muito bem vindas nesta nova versão.

Sony Alpha A7 Mark III

Novo sistema de autofoco, o mesmo da Sony A9, talvez seja a grande cereja do bolo na Sony Alpha A7 Mark III, contando com maior cobertura e melhor densidade.

A velocidade so autofoco também é a algo a ser comentado aqui, é impressionante, contando com detecção de rosto e olhos que funcionam mais que perfeitamente para qualquer situação.

Coisas como conectividade e melhor sensibilidade ISO completam o pacote de upgrades feitos na Sony Alpha A7 Mark III que já esta sendo batizada pelos usuários de Baby A9.

O sensor de 24 megapixels full frame da A7 III agora é do tipo BIS (back illuminated sensor) o que ajuda na sensibilidade ISO e também no aumento da faixa dinâmica.

Ele é estabilizado no próprio corpo, 5 eixos de estatização, e isto mais ajudar em muito a tirar fotos e filmes mais nítidos, sem aqueles tremesinhas chatas.

Usando a mesma matriz de detecção de fase da A9 a Sony Alpha A7 Mk III só perde em velocidade de dispara para sua irmã ultra veloz que pode fazer até 20 FPS.

Seus 693 ponto de focagem são mais que o suficiente para qualquer tipo de cenário, e conta com 425 pontos de detecção de contraste, então tirar fotos foca de foco é praticamente coisa do passado.

Sony Alpha A7 Mark III

Tanto no disparo mecânico ou eletrônico você vai poder fazer até 10 imagens pro segundo, não tao rápido quanto a A9 mas já é melhor que a maioria das cameras do mercado.

O buffer suporta até 177 imagens em JPEG e também pode capturar imagens em RAW com 14 bits, papo serio para uma camera de entrada.

Sony Alpha A7 Mark III

Conectividade e controles são coisas que não faltam nas Sony Alpha A7 Mark III, além de um layout bem melhorado em relação a A7II a A7 III ganhou algumas melhorias.

Destaquem ficam por conta da inclusão do joystick, botão AF-ON e entradas USB-C e USB-mini.

Além de contar com saída HDMI e fone de ouvido também conta com porta PC-Sync e entrada para microfones.

Se você pensa em pegar uma camera desta para filmar você também não vai passar fome, pois ela dá conta do recado.

Podendo filmar em 4k vom o sensor full frame ou em Super 35, com 30 ou 24 fps respetivamente, ela é capaz de tirar suas ideias do papel.

O destaque fica por conta dos 120 quadros por segundo quando esta trabalhos 1080. Assim como em outros modelos da marca estão disponíveis também o S-log 2 e 3 de fabrica.

Tudo isto pode ser colocado agora em 2 cartão SD, coisa que todas as cameras deveriam ter na minha opinião.

Se você acha isto pouco realmente não sei que camera você ta procurando! Até mesmo uma das cotas que sempre reclamam da Sony, a falta de lentes top de linha, vem sendo resolvida pela marca numa velocidade muito maior que a dos concorrentes.

E mesmo que você seja usaria de cameras Canon você pode manter suas lentes, pois com o adaptador da Sigma lentes Canon funcionam perfeitamente na Sony Alpha A7 Mark III. 

Por se tratar do que a marca considera modelo de entrada, pelo menos no quesito full frame, posso dizer que estou impressionado.

E com a velocidade do mercado, falando da Sony e de outras marcas, vamos ver logo logo marcar consagradas se coçando mais ainda para se manter atuais.

E ai quem já pegou uma Sony na mão?  O que acham? Quem vai mudar para SonyI? Deixem ai nos comentários.

Categorias
Análise Câmeras e lentes

Panasonic Lumix G9

Nem todo mundo bota um fé na Panasonic quando o assunto são câmeras digitais, mas digo uma coisa reveja seus conceitos e dê uma olhada na Panasonic Lumix G9, um dos novos monstrengos da marca.

Panasonic Lumix G9

Se você procura uma camera confiável, parruda , e que pode mudar o jeito que você tira fotos, talvez a Panasonic Lumix G9 uma escolha ótima. 

A Panasonic Lumix G9 não é nem de perto a escolha mais obvia, mais isto não desmerece nenhum pouco o que esta câmera pode fazer.

A Panasonic vem cada vez mais elevando a qualidade de seus equipamentos destinados a quem faz vídeos, como no caso da GH5 e a mais recente Gh5s, mas ainda faltava uma grande competidora no ramo das fotos.

A G9 é um mostro de câmera e pode facilmente desbancar concorrentes como Olympus e Sony, marcas que também atuam no mercado de câmeras mirrorless.

Panasonic Lumix G9

A Panasonic Lumix G9 herda o sensor Micro Four Thirds de 20 Megapixels da GH5 que dispensa o filtro passa-baixa para obter resultados mais nítidos.

Melhorou a estabilização embutida de 5 eixos de 5,5 para 6,5 ​​stops. Isso também permitiu que a Panasonic implementasse um modo de alta resolução composto com tripé que captura e combina oito imagens para aumentar os detalhes e eliminar artefatos de cores falsas, gerando arquivos de 40 ou 80 megapixels.

O que já revela que embaixo deste capo tem um motor absurdamente potente.

Ao invés de reciclar o corpo de GH5 a Panasonic revolveu preparar um corpo totalmente novo para esta moça aqui, o que mostra um grande comprometimento da marca!

O corpo recém-projetado é prova de intempéries, possui uma tela sensível ao toque totalmente articulada, um joystick AF, slots de 2 cartões SD duplos (ambos explorando velocidade UHS-II), coisa que muita câmera por ai não tem.

Panasonic Lumix G9

As conexões desta câmera também são de impressionar, USB-3 para transferência de das e também para recarregar a câmeras, porta HDMI, entrada de microfone e de fone de ouvido e também uma porta Pc Sync.

No topo da Panasonic Lumix G9 a marca optou por color um enorme visor LCD onde você pode ver todos seus ajustes com facilidade, coisa fina!

Panasonic Lumix G9

Até aqui já é algo de se impressionar, mas olha as coisas podem melhorar, e os grandes destaques desta câmera ainda estão por vir!

Com disparo de 20fps (quadros por segundo) com auto foco continuo e podendo salvar até 50 fotos no buffer as fotos de ação com certeza ficarão mais fáceis.

Se você for usar apenas auto foco simples você poderá tirar até 60 fotos pode segundo, tudo isto com obturador eletrônico.

Se mudar para obturador mecânico são entre 9 a 12fps dependendo do tipo de auto foco configurado.

Panasonic Lumix G9

Só com isto já seria possível convencer muitos fotógrafos, mas tem mais.

Se você gosta de vídeo esta camera também faz, podendo gravar 4k em 60fps e 1080 em 180fps, você não vai passar vontade usando a Panasonic Lumix G9 pode ter certeza.

A estabilização integrada no corpo é ótima e funciona perfeitamente não deixando você na mão.

É possível ainda colocar neste angu um nível melhor ainda de estabilização pareando a G9 com lentes Dual IS 2 ou Sync IS.

Panasonic Lumix G9

A qualidade de imagem é indiscutível, vide pela sua irmã mais velha a GH5, e isso é claro esta presente na Panasonic Lumix G9.

Apesar de ter varias concorrentes diretas a G9 consegue se destacar no mercado das mirrorless porque faz muito bem o que se propõe a fazer.

Espero um dia por as mãos uma belezinha destas para escrever uma mega artigo, afinal só as especificações são de impressionar! Fica a dica viu Panasonic BR.

E ai sou só eu ou tem mais alguém que quer ver este mostrando em ação em terras brasileiras? Deixem nos  comentários.

Categorias
Câmeras e lentes

Canon EOS M50 – A nova mirrorless da canon

Todo começo de ano é a mesma coisa todos fabricante correm para lançar seus produtos e tentar conquistar o mercado.E ai surge muita coisa que a gente nem esperava, como é o caso da Canon EOS M50, a nova camera mirrorless da marca. 

Canon EOS M50

Visao superior

A Canon EOS M50 é uma câmera mirrorless com sensor APSC de 24 megapixels, visor, tela totalmente articulada e finalmente conta vídeo 4k.A Canon costumava ter o recurso 4k apenas em suas câmaras mais caras, e agora a tendência é que as coisas mudem para quem tem menos grana.

Anunciada em fevereiro de 2018, é lançado oficialmente entre a EOS M100, nível de entrada, a EOS M6, a M50 não é exatamente uma opção entre as duas, pois conta com alguns recursos mais avançados.

Por ser ser a primeira mirrorless da marca a ter o recurso 4k e um visor totalmente articulado, esta camera pode ser uma ótima pedida para vloggers e Youtubers.

Tal qual nos modelos anteriores a Canon M50 usa um sistema de focagem chamado de DualPixel AF, que passa situações de video é absurdamente bom.

Porém na M50 a quantidade de pontos de autofoco foi melhorada, de 49 pontos para 99 na M50.

Canon EOS M50 - controles

A EOS M50 estreia o processador mais recente da marca o DIGIC 8 da Canon, permitindo uma pequena diferença na quantidade de disparos contínuos (10 fps com AF único ou 7.4 fps com Servo AF).

Também estão presentes o suporte a novo formato de arquivo RAW, C-RAW, que tem compressão cerca de 40% menor. Assim como a detecção de olhos, super util para tirar retratos.

A EOS M50 pode filmar 720p em até 120p para câmera lenta, 1080p até 60p e 4k até 30p, e também há entrada de microfone externo.

A maior e melhor novidade nesta camera é a presença do 4k, mesmo que tenha algumas limitações, como a falta do DualPixel em 4k e um fator de corte meio grande 1.56x.

O visor de OLED com 2,36 milhões de pontos e tela touchscreen de 3 polegadas são  ótimas inclusões para a M50.

Canon M50 - visao traseira

Ela ainda conta com conectividade Wifi, NFC e bluetooth, então você não deve ter muito trabalho para conectar sua camera em qualquer lugar, assim como a localização GPS.

Por se tratar de um lançamento para usuarios intermediarios a Canon não deve ter problemas em vender esta belezinha, resta saber quanto custará aqui em terras brasileiras.

La fora os são atraentes e competitivos  EOS M50 em março de 2018 US $ 779 USD / 539 GBP / 629 EUR para o corpo e $ 899 USD / 649 GBP / 759 EUR com a lente do kit. 

 EOS M50 - entrada de microfone

Esta camera será vendida em duas cores, preto e branca e irá agradar muita gente!

Canon EOS M50 - visao frontal
 Tela voltada para a frente

Agora falta só a Canon Brazil mandar uma destas belezinha aqui pra mim pra poder fazer um teste mais a fundo e um review decente!

E ai ansiosos para comparar uma camera nova em 2018? Deixem aqui nos comentários.

Categorias
Uncategorized

Como deixar o Lightroom mais rápido

Não tem um fotógrafo que já não tenha se perguntado – Como deixar o lIghtroom mais rápido. E este será o assunto do vídeo de hoje.

Na verdade sempre estamos procurando por maneiras mais eficientes de executar nossas tarefas, seja profissionalmente ou apenas na vida pessoal. O fato é que o sempre parecemos precisar de mais tempos para fazer as coisas, ou fazer mais coisas com o tempo pequeno que nós temos.

E na fotografia não é nada diferente sempre precisamos de mais tempo para editar as fotos, ou computadores mais velozes para trabalhar com mais fluidez. Muita gente acha que apenas mudar de computador ou pedir para o primo formatar vai resolver o problema. Mas nem sempre é assim. 

Como deixar o Lightroom mais rápido

Neste vídeo mostro dicas específicas para o Adobe Lightroom, e como você pode deixar o Lightroom mais rápido e assim fazer suas edições com muito mais fluidez. 

Na maioria das vezes basta entender o que o programa precisa para que você tenha um experiência muito mais amigável com ele. É claro que muito program exigem muito dos recursos da máquina e caso seu computador não disponha destes recursos você não tem muitas alternativas que não sejam o upgrade.

Mas caso sua máquina esteja em dia e você esteja experimentando alguma lentidão no Lightroom use as dicas do vídeo acima para deixar o Lightroom mais rápido e trabalhe com mais tranquilidade. 

Comentários são sempre bem vindos e ajudam muito o site, assim como compartilhar o link para os amigos! Então você já sabe o que fazer.Não deixe de ver os outros artigos sobre Lightroom aqui