Categorias
Dicas de Lightroom e Photoshop

Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 07 Exportar ou Imprimir ]

Se você chegou até aqui você deve estar se perguntando; Como exportar ou imprimir no Lightroom?
E esse e mais algumas coisas são os assuntos do nosso 7º e último dia de Dominando o Lightroom em 7 dias.
Hoje vamos terminar todo o serviço e pegar um bela caneca de café para comemorar!

#coffee with my #stormtrooper mug. . . . .

Uma publicação compartilhada por Rix Mascarenhas (@rixmascarenhas) em


Então vamos que vamos!

Lightroom exportar ou imprimir

Exportar fotos é muito simples, porém você precisa qual é a finalidade desta exportação. Imprimir ou postar na web?
Se você for exportar apenas para postar em suas redes sociais ou sites o trabalho é fácil, a primeira coisa que você precisa saber é quais as dimensões aceitas nos sites.
Dependendo do site em qual foto será mostrada você terá que configurar o tamanha de forma diferente, e isto pode alterar em como você crop a imagem.
O menu de exportação é bem fácil de achar! Arquivo > Exportar
Lightroom exportar ou imprimir
E a caixa de diálogo de exportação do Lightroom pode parecer bem complicada, mas na verdade não é;
Lightroom exportar ou imprimir

Nela temos:

  • Local (local em seu HD onde será salva a foto)
  • Nome do arquivo (Nome de arquivo que você dará a foto)
  • Vídeo (destinado a exportação de vídeos, sim o Lightroom tb trabalha com vídeos)
  • Configurações do arquivo (define tipo de arquivo, qualidade e padrão de cores)
  • Tamanho da imagem (define o tamanho da imagem e resolução)
  • Nitidez (define a quantidade de nitidez que será aplicada)
  • Metadados (inclui informações da foto junto com o arquivo)
  • Pós processamento (o que vai acontecer depois de processo terminar )

Os principais ajustes durante o processo de exportação das fotos são as configurações de arquivo e a Nitidez de saída, pois elas podem influenciar na qualidade de suas imagens.
Lightroom exportar ou imprimir
Se for exportação para uso na internet comece colocando a qualidade entre 80 a 100%, fica a seu gosto definir isto.
Se for imprimir a imagem use sempre qualidade 100%
O formato do arquivo terá quer o aceito pelo site onde você irá postar, a maioria deles aceitam arquivos JPEG sem problemas.
O espaço de cores você pode usar o sRGB, que é o padrão mais comum, assim você não bagunçar suas cores.
Na aba de nitidez de saída você tem algumas opções importantes.
Lightroom exportar ou imprimir
No tipo de nitidez você terá 3 opções, tela, papel fosco e papel brilhante.
Se for usar a imagem na internet use a configuração tela com quantidade normal ou baixa.
Se for imprimir em papel fosco use a quantidade de nitidez, normal ou alta.
Na seção tamanho de arquivo teremos a chance de configurar a largura e altura de nossa foto em pixels de acordo com o que for necessário.
Lightroom exportar ou imprimir
[lockercat]
O mais importante aqui é a resolução, se for usar a foto na web você pode usar 72 ppi (pixels per inch) e se for imprimir 300 ppi.
O legal do Lightroom é que você pode criar vários presets de exportação, cada um para um funcionalidade.
Vou deixar aqui um arquivos com 3 presets de exportação, 2 para impressão e 1 para WEB. 
Se for usar algum deste presets confira o nome de arquivo, tamanho e local onde será salvo pra não ter nenhum problema.
Para fazer o serviço de impressão das você pode usar algum serviço online, existem uns muito bons e outro muito ruins.
Já tive a oportunidade de trabalhar com o pessoal da Nicephotos e posso dizer que fique satisfeito com o trabalho, se vocês tiver mais alguma indicação deixem ai nos comentários!

Tamanhos das imagens para redes sociais

Se for postar em redes sociais é sempre legal ter em mente quais são os tamanhos mais aceitos, e para facilitar só seguir o infográfico abaixo!

Escolhendo o trabalho e configurando corretamente você está pronto para exportar suas e compartilhar com a galera.
Se você usar alguma das dicas que achou aqui coloque e compartilhar no Instagram use a #fotographiko.
O Lightroom tem outras abas com outras funcionalidades e farei um post separado sobre elas em algum momento.
O que importa é que neste últimos 7 dias você viu tudo que é necessário para começar a usar o Lightroom como um ninja da fotografia!
Compartilhe este post e ajude mais gente a dominar o Lightroom!
[/lockercat]
E se você começou por este post não deixe de ver os outros:
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 01 – Catálogo ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 02 Importação ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 03 Módulo de biblioteca ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 04 – Módulo de desenvolvimento ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [Dia 5 Como editar suas foto ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 6 Presets e Cores ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 07 Exportar ou Imprimir ]
 

Categorias
Dicas de Lightroom e Photoshop

Dominando o Lightroom em 7 dias – [ Dia 6 Presets e Cores ]

Você chegou até aqui? Parabéns! Hoje falarei um pouco mais sobre Presets e cores no Lightroom.
E juntando o que você aprendeu ontem com que ainda está por vir acredito que depois de amanhã sobrarão poucas dúvidas!
Vimos no episódio passado como trabalhar os ajustes básicos de suas fotos, e hoje vamos trabalhar com ajustes mais avançados.
Por fim vou falar mais um pouco de presets!
Se você baixou a foto do artigo passado pode acompanhar as edições aí junto.

Dominando o Lightroom cores e presets

Lightroom cores e presets

Curvas de tonalidade

 
Você já deve saber onde fica a aba de Curvas de tonalidade, e ela é uma maneira muito fácil de manipular as cores de suas foto.
Lightroom cores e presets
No Lightroom temos 3 tipos de curvas de tonalidade, a RGB e as curvas de cores específicas, verde, vermelho e azul.
Lightroom cores e presets
Na foto acima você vê como as curvas de tonalidade afetam a foto. E o mesmo conceito se aplica quando você está editando cores específicas.
Você pode criar quanto pontos quiser, mas normalmente 5 é o máximo de pontos necessários para ter um bom controle.
A curva mais famosa é o “S”, onde reduzimos um pouco das regiões escuras da foto e aumentamos um pouco das regiões claras.
Lightroom cores e presets
Claro que você pode criar o formato de curva que desejar, desde que ele funcione para sua foto.
Após um pequena edição nas curvas de tonalidade a foto ficará assim!
Lightroom cores e presets
Durante seu processo de edição você optar por não usar as curvas de tonalidade, mas ela sempre estará lá como uma ótima ferramenta.

Cores no Lightroom

Cor ou Preto e branco, você escolhe!. E o Lightroom tem tudo que você pode precisar para acertar, manipular ou retirar cores de suas fotos!

Aba HSL do Lightroom

Lightroom cores e presets
Neste aba temos disponível ajustes de matiz, saturação e luminância.

  • Matiz (Hue), trabalha manipulando a cor, pode transformar verde em verde água ou verde musgo dependendo do ajuste. Funciona para todas as cores.
  • Saturação, trabalha deixando as cores mais vivas ou menos vivas (sem cor)
  • Luminância, trabalha deixando as cores mais escuras ou mais claras dependendo do ajuste.

 
Os ajustes nesta aba tem influência apenas na cor selecionada, e em suas vizinhas próximas.
Aqui você poderá ajustar os tons de pele, em caso de retratos, ou a cor do céu e grama em caso de fotos de paisagens.
Lightroom cores e presets
Na foto acima vemos como a aba de cores do Lightroom pode fazer diferença na foto. Trabalhe sempre procurando o equilíbrio ou para evidenciar as cores que você quer que apareçam.
Nesta mesma aba você pode trabalhar ajuste em preto e branco, inclusive manipulando as “cores” para ter um ajuste ainda mais preciso.

Split Toning

Nesta seção você pode escolher uma cor predominante para as áreas claras e também para as áreas escuras da foto.
Lightroom cores e presets
Esta seção é muito útil, não a subestime, porém ela irá adicionar uma camada de cor que não necessariamente existe na foto original.
Uma vez adicionada a cor você ajustar a saturação da mesma e tornar toda a coisa um ajuste bem mais fino e sutil.
Lightroom cores e presets

Detalhes, Efeitos e Ruído

As próximas abas vão tomar conta de coisas como nitidez, ruído, e vinheta da foto.
Na aba de detalhes teremos  o ajuste do nível de detalhes, que será usado para deixar suas fotos mais “nítidas”.
Ela trabalha quase da mesma forma que o controle de claridade que vimos no post de ontem, porém de uma forma mais ampla.
O controle de nitidez irá dividir bem cores contrastantes, o que nem sempre é útil. Trabalhe com calma aqui para não gerar ruídos indesejados na foto.
Já o controle de redução de ruído, faz o oposto, ele mescla cores contrastantes e com pixels pequenos as cores com pixels maiores.
Normalmente funciona bem, mas a foto acaba perdendo um pouco de definição quando usado em excesso.
Na foto seguinte usei um pouco dos dois e também dois filtros gradientes como ajustes locais.

Veja mais sobre ajustes locais aqui

Lightroom cores e presets
Na aba efeitos temos, vinheta e granulação, e em versão mais atuais do Lightroom temos também o controle Dehaze, ou redução de névoa.
A vinheta server para adicionar bordas escuras ou claras, de acordo com seu o gosto.
A granulação irá adicionar ruído a foto, para dar um aspecto mais vintage a foto.

Presets

Juntando tudo que fizemos até agora podemos dizer que a edição está completa, e se você quiser guardá-la para o futuro é ideal salvar um preset dela.
Veja no vídeo abaixo como você pode fazer isto!

E é claro que você pode adiantar todo a sua edição começando com um preset, que aliás você pode baixar vários de graça aqui.
É claro que nem sempre todo preset ficará perfeito em todas as fotos, porém na maioria das vezes já adianta bem o trabalho.
A mesma foto foi editada com um de meus presets, da coleção Nature, e também utilizei filtros locais.
O processo demorou menos da metade do tempo que levamos para editar a primeira foto.
Lógico que as edições têm estilos um pouco diferentes.
E com o tempo você com certeza irá editar suas fotos com muito mais velocidade e precisão.

Lightroom cores e presets
Edição feita com um preset! E adicionado alguns filtros locais.

Lightroom cores e presets
Edição feita Passo a passo ! Sem adicionar alguns filtros locais.

Fluxo de trabalho no Lightroom (Sugestão)

 

  • Contraste e pontos de branco e prontos assim como detalhes e sombras
  • Curva de tonalidade (Caso seja necessário)
  • Recorte (pode ser também a primeira etapa)
  • Cores
  • Ajustes locais
  • Redução de ruídos
  • Efeitos

 
Agora só falta exportar, e falaremos isto amanhã. Se você achou este artigo de alguma forma útil considere compartilhá ele em suas redes sociais.
Qualquer pergunta só deixar aqui nos comentários ou no Twitter, e não esqueçam de postar os resultados no Instagram com a hashtag #fotographiko.
 
E se você começou por este post não deixe de ver os outros:
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 01 – Catálogo ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 02 Importação ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 03 Módulo de biblioteca ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 04 – Módulo de desenvolvimento ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [Dia 5 Como editar suas foto ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 6 Presets e Cores ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 07 Exportar ou Imprimir ]
 

Categorias
Dicas de Lightroom e Photoshop

Dominando o Lightroom em 7 dias. [Dia 5 Como editar suas fotos ]

Hoje vou falar pouco mais sobre como editar suas fotos no Lightroom. No final, vou incluir um fluxo de trabalho simples para ajudá-lo a trabalhar a edição de suas fotos.
 

Desenvolvendo Fotos no Painel Básico

O Painel básico é onde eu costumo começar ao editar minhas fotos, e você já teve uma prévia dela no post passado.
Os ajustes que você faz no Painel básico (e todos os outros painéis abaixo) são ajustes globais.
Isso significa que eles aplicam ajustes na foto inteira. Normalmente, trabalho o painel básico um passo de cada vez.

Equilíbrio de brancos

Antes de fazer qualquer edição eu sempre gosto de ter um bom equilíbrio de branco.
A ferramenta conta gotas é minha melhor amiga quando se trata do balanço de brancos.
como editar suas fotos no Lightroom
Para colocar ela em funcionamento, seleciona a ferramenta e procure na foto alguma área neutra, branco ou pelo menos 50% cinza
Se eu estiver tendo dificuldade em encontrar uma área neutra, uso os brancos dos olhos, em caso de retratos.
Às vezes, altero o meu equilíbrio de branco depois de usar a ferramenta conta gotas usando os controles deslizantes Temperatura e Tingimento (Temp / Tint).
A opção de ajustar o balanço de branco usando as diferentes configurações de balanço de branco que acompanham a câmera também está disponível.
como editar suas fotos no Lightroom

Exposição e contraste

É aqui é onde você ajusta a exposição da sua foto.
Para aumentar a exposição da sua foto, clique e arraste o controle deslizante para a direita. Para diminuir a exposição da sua foto, clique e arraste o controle deslizante para a esquerda.
Para aumentar o contraste, clique e arraste o controle deslizante para a direita. Para diminuir a exposição da sua foto, clique e arraste o controle deslizante para a esquerda.
como editar suas fotos no Lightroom
O controle de exposição irá ajudar a escurecer fotos muito claras ou o inverso, já o controle de contraste trabalha em duas áreas diferentes.
Aumentando o contraste você deixa as áreas mais escuras e ao mesmo tempo as áreas claras mais claras.
Você também tem a disposição o botão AUTO, que ajustará de forma automática outras coisas além da exposição e contraste.

Destaques e sombras Brancos e Pretos

Destaques trabalham apenas nas áreas claras da foto, assim como o controle de sombras apenas nas áreas escuras.
como editar suas fotos no Lightroom
Aqui você pode trabalhar artisticamente, e irá depender de seu senso a quantidade ajustes feitos.
Muitas vezes você irá querem recuperar certos detalhes nas regiões mais escuras da fotos, então você usará o controle de sombras para a direita.
Brancos e pretos trabalham diferente do controle de contraste, mas tem praticamente o mesmo efeito.
A diferença aqui é que eles trabalham apenas nas cores referidas.

Claridade vibração e saturação

Esta ferramenta é um pouco como o contraste inteligente. Funciona encontrando bordas pela foto e deixando as mais nítidas ou suavizando-as.
Não aconselho usar este controle em excesso, principalmente em imagens com pouca textura.
O controle de vibração é bem parecido com o controle de saturação, porém mais esperto.
Ele trabalha bem em quase todas as cores, mais é bem mais controlado quando falamos em tons de bege, ou tons da pele.
Muito útil quando você quer trabalhar todas as cores de uma única vez mas de forma comedida.
Já o controle de saturação, trabalha em todas as cores, deixando-as mais ou menos vivas.

Desenvolvendo fotos com ajustes locais

Estes controles trabalham de forma pontual nas fotos, como quando você quer ajustar apenas a cor do céu por exemplo.
Postei há algumas semanas um artigo bem completo sobre os ajustes locais, confira ele aqui.

Fluxo de trabalho simples para edição de imagens

Quanto mais você usa o Lightroom mais fácil ele vai se tornando, mas nada como ter um fluxo de trabalho coerente para ajudar.
Meu fluxo de trabalho começa analisando a foto e imaginando onde eu quero chegar com a edição.
Os dois passo iniciais que sempre dou são ajuste de correção de lentes e o balanço de branco.
A partir daí tudo irá depender de onde quero chegar com a foto.
Trabalho a exposição e o contraste juntos, caso seja necessário algum ajuste.
E em seguindo vou para a seção de destaque e sombras. Ajuste esta seção até ter um bom equilíbrio entre as cores na foto.
Após fazer todos estes ajustes vou para a seção de Curvas de tonalidade e cor, que falaremos amanhã, os ajustes locais entram quase no fim da minha lista, exceto o recorte.
Para ajudar vou deixar aqui um arquivo RAW para que você possa treinar, baixe ele aqui, e também deixarei uma imagem de referência.
como editar suas fotos no Lightroom
Usarei por enquanto apenas os controles do módulo básico, assim você pode ter uma ideia de onde pode chegar!
Assim que terminarmos os 7 dias você poderá exportar, esta ou outras fotos com as suas edições, e postá-las no Instagram.
Se o fizer use a hashtag #fotographiko pra gente ver os resultados! Aproveita pra seguir @rixmascarenhas
E não deixe de compartilhar este post!
E se você começou por este post não deixe de ver os outros:
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 01 – Catálogo ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 02 Importação ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 03 Módulo de biblioteca ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 04 – Módulo de desenvolvimento ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [Dia 5 Como editar suas foto ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 6 Presets e Cores ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 07 Exportar ou Imprimir ]

Categorias
Uncategorized

COR SELETIVA no Lightroom – preto e branco com detalhes coloridos

No vídeo de hoje vamos trabalhar com cores, cor seletiva usando o Lightroom. E se você gosta de Sin City você vai adorar este vídeo. 

Tenho que confessar, cores seletivas não são algo que eu adoro, porque na maioria das vezes é algo meio clichê, principalmente se você não pensar direito como você irá fazer a edição. 

COR SELETIVA no Lightroom – Fotos preto e branco com detalhes coloridos

No tutorial de hoje você vai ver como é fácil usar o Lightroom para fazer edição de fotos com cor seletiva. Mas é claro que primeiro vou explicar rapidamente o que é cor seletiva. E o negócio é muito simples de fazer mas você ter que tomar bastante cuidado para que o negócio não fique tão cheesy, clichê, por ser um efeito muito mal usado constantemente.

E neste vídeo vou fazer a edição inteira de foto usando a técnica de cores localizadas e mostrar como é possível criar fotos em preto e branco com detalhes coloridos. Então clica no vídeo no topo da página para ver o vídeo e aprenda como fazer este tipo de edição.

Se você gostou deste vídeo deixe sua sugestão para os próximos vídeo no seu comentário.

Até a próxima! 

Categorias
Dicas de Lightroom e Photoshop

Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 04 – Módulo de desenvolvimento ]

Desenvolvimento no Lightroom é o que você quer saber, aqui você vai editar e corrigir suas fotos e provavelmente é o lugar onde você vai passar mais tempo dentro do Lightroom.
As opções neste módulo são inúmeras e aqui você só fica limitado por sua imaginação.
É uma seção bem comprida então abra o módulo de desenvolvimento do Lightroom e vá seguindo o post!

Módulo de desenvolvimento no Lightroom

desenvolvimento no Lightroom
Provavelmente você terá uma tela bem similar a esta para trabalhar suas fotos contando com ferramentas muito úteis para seu dia dia.
Do lado direito teremos todas as ferramentas de edição das fotos e também o histograma que é uma forma muito útil de analisar suas capturas.
Histograma
O histograma lhe dará muitas informações sobre sua foto. É um gráfico dos diferentes tons da sua imagem.
desenvolvimento no Lightroom
Os tons mais escuros são representados graficamente na esquerda e os tons mais brilhantes são representados graficamente à direita.
Uma das minhas coisas favoritas que você pode fazer é ver os valores de cores RGB de qualquer área da foto que você passa por cima.
Isso pode ajudá-lo a editar tons de pele e comprovar suas fotos.
Você também pode fazer ajustes na sua foto clicando e arrastando diretamente no histograma.
Para saber mais sobre o Histograma click aqui
Ferramentas de ajuste local
Estas são as ferramentas que lhe permitirão fazer ajustes nas áreas pequenas / locais da sua foto.
desenvolvimento no Lightroom
Você encontrará (da direita para a esquerda) a ferramenta Pincel, o Filtro Radial, o Filtro Gradiente, a ferramenta Red Eye, a ferramenta Spot Removal e a Ferramenta Crop.
Clicando em cada um deles, abrirá um novo painel que lhe dará opções para usar a ferramenta.
Para o Pincel, o Filtro Radial e o Filtro Graduado, o painel ficará semelhante ao painel básico.

Para saber mais sobre Ajustes Locais no Lightroom click aqui

Painel básico
O painel básico será seu painel mais utilizado ao fazer ajustes na sua foto.
É onde você ajustará seu balanço de branco, exposição, contraste, sombras / destaques, clareza e saturação.
desenvolvimento no Lightroom
Mover os controles deslizantes para a direita aumentará o valor e mover os controles deslizantes para a esquerda diminuirá o valor.
O conta-gotas na parte superior esquerda do painel dá-lhe a opção de ajustar o seu balanço de branco clicando no conta-gotas em diferentes áreas da sua foto.
Funciona melhor se você escolher uma área neutra da sua foto. Normalmente, eu procuro um tom cinza.
Curva de tonalidade
Ajuste o contraste de suas fotos, destaques, sombras usando uma curva semelhante à encontrada no Photoshop.
desenvolvimento no Lightroom
Esta seção de edição pode ser o divisor de águas para algumas fotos, não esqueça de trabalhar com os ajustes aqui de forma moderada.
HSL / Cor / B & W
HSL significa Hue (Matiz), Saturação e Luminância. Essencialmente, você pode fazer ajustes nas cores da sua foto usando este painel.
desenvolvimento no Lightroom
Você também pode remover completamente a cor e criar uma foto em preto e branco com este painel.
Split Toning
Aqui é onde você pode adicionar uma cor aos seus destaques (ou áreas claras da foto) e também as sombras.
desenvolvimento no Lightroom
Detalhe
Este é o painel que você usará para aprimorar sua foto e onde você pode reduzir o ruído em sua foto introduzida usando um ISO alto. O controle de Nitidez (Sharpening), sem tem que ser usado com cuidado
desenvolvimento no Lightroom
Correções de lente
Este painel é usado para corrigir qualquer distorção e aberração cromática causada pelas lentes da câmera.
desenvolvimento no Lightroom
É também onde você pode fazer correções de perspectiva usando a ferramenta Vertical.
Transformar
Versões mais atuais do Lightroom com com um novo painel responsável por controlar a perspectiva de suas fotos, ajudando a eliminar distorções indesejadas.
desenvolvimento no Lightroom
Efeitos
Este é o painel que eu uso para adicionar uma vinheta às minhas fotos arrastando a quantidade e o ponto médio ligeiramente para a esquerda para criar uma vinheta escura ou para a direita para criar uma vinhetas mais claras.
desenvolvimento no Lightroom
Calibração da câmera
É aqui que você pode alterar o perfil da câmera e a versão do processo da foto, Muito similar ao perfil de fotos de sua câmera, onde você escolhe se é retrato, paisagem etc.
desenvolvimento no Lightroom

Presets e Organização no Lightroom

Na lateral esquerda temos outra aba e mais um monte de menus, não fique com medo, é super simples.
desenvolvimento no Lightroom
Navegador
Cobrimos isso na última lição, mas como uma revisão, é aqui que você verá uma prévia da sua imagem.
À medida que você usa as ferramentas de zoom acima desta pequena exibição de sua foto, um retângulo aparecerá e você pode arrastá-lo para decidir o que você vê na área de imagem principal do módulo de desenvolvimento.
No navegador também é onde você pode ver uma prévia de qualquer preset que deseja aplicar.
Basta passar o mouse sobre o nome preset e uma visualização aparecerá no Navegador.
Presets
Aqui é onde o Lightroom irá armazenar todas as predefinições (presets) que você instala, bem como quaisquer um que você faça.

Para ver as predefinições individuais, você precisa abrir cada coleção usando o triângulo.
Para ver uma pré-visualização da predefinição na área do Navegador antes de aplicá-la, basta passar o mouse sobre a predefinição que deseja ver.
Para aplicar uma predefinição, clique nela.
Instantâneos
O Lightroom permite tirar instantâneos (snapshots) da sua foto em qualquer ponto durante a edição.
Clique no “+” no painel Instantâneo para adicionar um Instantâneo.
Esta é uma característica agradável. Por exemplo, digamos que você edita esta foto usando uma predefinição e deseja aplicar outro preset e para comparar qual fica melhor.
Basta tirar um Instantâneo deles e então você decidir qual você gosta mais.
História
Este é um dos motivos que eu escolho usar o Lightroom sobre outros softwares de edição.
desenvolvimento no Lightroom
O Painel de histórico da Lightroom mantém um registro de tudo o que você faz na sua foto a partir do momento em que você a importou para o Lightroom.
Você pode voltar para qualquer ponto do seu histórico e começar a partir de lá ou ir até o início e começar de novo.
Quando você sai do Lightroom, o histórico não desaparece. Ainda estará lá na próxima vez que você abrir o Lightroom e ainda estará lá 5 anos depois, se você precisar!
Coleções
Você notará que o painel de coleções está disponível no Módulo de Desenvolvimento, como também Módulo da Biblioteca.
O painel de coleções está disponível em todos os módulos e será o mesmo em todos os módulos.
No entanto, você notará que você não tem acesso às suas Pastas neste Módulo.
Isso deve ajudá-lo a entender por que criar coleções é tão valioso e com economia de tempo.
Barra de ferramentas inferior
desenvolvimento no Lightroom
A barra de ferramentas Desenvolver Módulo está localizada no mesmo lugar que a do Módulo de Biblioteca, mas terá ferramentas diferentes quando estiver aqui.
Aqui você vai encontrar muitas coisas úteis, como ferramenta de comparação antes e depois, indicada pela letra Y.
As bandeiras de classificação, que são duas, uma para as fotos que ficarão (P) e outra para as fotos rejeitadas (X)
Classificação por estrelas, onde vocÊ pode dar uma nota em estrelas para suas fotos.
Classificação por cores, pode você pode definir um cor de etiqueta para suas fotos, e definir o que significa cada cor.
Setas de navegação entre as fotos, para esquerda ou para a direita.
Slideshow, zoom, tamanho da grade são praticamente auto explicativos.
E o botão de prova das fotos em fundo claro.
E pelo quarto dia ficamos por aqui, mas é claro que amanha tem mais!
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 01 – Catálogo ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 02 Importação ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 03 Módulo de biblioteca ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 04 – Módulo de desenvolvimento ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [Dia 5 Como editar suas foto ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 6 Presets e Cores ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 07 Exportar ou Imprimir ]
Deixe ai na sessão dos comentários qualquer pergunto sobre o Lightroom! E não esqueça de compartilhar esta serie de posts e ajude mais gente e Dominar o Lightroom.
 

Categorias
Dicas de Lightroom e Photoshop

Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 03 Módulo de biblioteca ]

Modulos, provavelmente esta será a palavra chave para entender o Lightroom, e hoje falaremos sobre o módulo biblioteca Lightroom.
Mas não fique preocupado, basta pensar nos módulo como seções diferente, onde é possível fazer algumas coisas e outras não.
Os dois módulos mais usados são os da Biblioteca, onde suas fotos ficam organizadas, e o de Desenvolvimento, onde você irá editar suas fotos.
Onde encontrar e acessar os módulos
Todos os módulos do Lightroom podem ser acessados no topo da janela principal, apenas clicando neles será carregada todas as configurações necessárias para determinado funcionar.

Módulo de Biblioteca Lightroom

O primeiro módulo que vamos falar é o módulo biblioteca do Lightroom, e como o nome sugere é uma visão geral de todos seus arquivos.
Com um visual de galeria de fotos o módulo de biblioteca irá te ajudar a classificar, organizar, inserir palavras chave e muitos mais.
biblioteca lightroom
Este é a visão geral no módulo de biblioteca do Adobe Lightroom. Trato as abas laterais da forma que coloquei na foto acima.
Palavras chave
Na aba de desenvolvimento, você pode inserir palavras chave em suas fotos, para ter uma busca mais dinâmica.
Costumo usar o nome da pessoa ou lugar que foi fotografado, e isto facilita muito minha organização.
Caso algo foto também venha a fazer parte de algum portfólio também insiro a palavra chave referente ao portfólio, como por exemplo Instagram.
biblioteca lightroom
Você pode inserir quantas palavras chaves quiser, mas procure sempre separar por categorias que tenha lógica para você.
Metadados
biblioteca lightroom
Na seção de metadados você vai ver informações importantes sobre suas fotos, como por exemplo quais foram as configurações em sua câmera, ou qual lente usou.
Isto é muito útil para usar futuramente em alguma situação que você precise de informações técnicas sobre suas fotos, ou para tentar reproduzir determinado efeito.
Edição rápida
Na aba de desenvolvimento você também pode fazer pequenas alterações em suas fotos, chamada de Edição rápida.
Muito útil quando você está revisando suas fotos e precisa fazer pequenos ajustes para ter uma ideia de como será o produto final.
biblioteca lightroom
Pequenos ajuste na exposição, claridade e vibração podem ser feitos neste momento.

Procurar fotos e mudar visualizações

Pesquisa
Na barra superior e inferior você vai achar ótimas ferramentas, e acredite depois que você se acostumar com elas não vai querer viver sem.
Na barra superior encontramos a seção de pesquisa de fotos.
biblioteca lightroom
A pesquisa pode ser feito de mais de uma forma, e coisas como classificação das fotos, palavras chave e metadados mostram seu valor aqui.
biblioteca lightroom
Se você for procurar alguma foto usando a seção de metadados, você terá opção de limitar sua busca de forma bem interessante.
As opções são:

  • Ano
  • Camera
  • Lentes
  • Etiquetas de classificação

Selecionando as opções que você achar necessárias o Lightroom retornará apenas as fotos que se encaixem nesta busca.
biblioteca lightroom
Outros parâmetros de busca podem ser pesquisados, então faça uso desta ferramenta da forma que for mais conveniente para você.
Zoom e Visualização
Na barra inferior do módulo de biblioteca você encontra as opções de visualização de fotos e também de uma barra para para ajustar o tamanho de suas miniaturas.
biblioteca lightroom
Da esquerda para a direita na foto acima temos:

  • Visualização em galeria
  • Visualização de apena uma foto
  • Comparação de fotos
  • Modo de escolha de fotos
  • Modo de reconhecimento de rostos
  • Lata de spray (Usada para selecionar, marcar ou até mesmo aplicar presets nas fotos)
  • Tipo de apresentação (Por ordem alfabética, captura, etc…)
  • Rotacionar fotos.

Na mesma barra só que do lado direito temos um controle deslizante que servirá para você ajustar o tamanho de suas miniaturas quando estiver no modo galeria.

Aba Lateral de organização do LIghtroom

Nesta aba você vai encontrar todo tipo de organização de fotos, vai encontrar todos as fotos presentes neste catálogo, Coleções, pastas e também como distribuí-las.
biblioteca lightroom
Pastas
Como o nome da aba sugere, aqui você vai ter acesso as pastas onde suas fotos estão morando.
Você também terá acesso a todos os HDS presentes no seu computador.  
biblioteca lightroom
As opções aqui são quase as mesmas que você tem quando está no Windows Explorer ou Finder.
biblioteca lightroom
Clicando com o botão direito você tem acesso ao menu que te permite renomear, remover, criar nova pasta, mover as fotos selecionadas para determinada pasta entre outras opções.
Coleções
A seção Coleções é onde você pode criar coleções e coleções inteligentes. Pense nas coleções como formas de agrupar algumas fotos por temas.
Eu gosto de criar coleções de forma a separar todas as minhas fotos de mesmo tema, assim pode achá-las com mais facilidade.
Minha estrutura de trabalho com coleções é a mesmas da organização das fotos quando vou importar.
biblioteca lightroom
Você também pode criar coleções inteligentes, ou smart collections, onde o Lightroom irá decidir o que melhor se encaixa nesta coleção baseando sem seus metadados.
Por exemplo, eu crio uma coleção inteligente para encontrar todas as minhas imagens familiares favoritas a cada ano.
Ele puxa todas as imagens com uma certa classificação, disparou entre certas datas e em uma determinada pasta em uma coleção para mim. Viola! Todas as minhas imagens familiares favoritas em um só lugar!
Publicações
O painel Serviços de publicação é usado para permitir que você publique fotos em serviços on-line onde você compartilha suas fotos, ou exportá-las para um disco rígido.
biblioteca lightroom
Além destes mostrados acima também podemos adicionar outros plugins para publicar em outros serviços de compartilhamento de forma super fácil.
Isto pode ser uma mão na roda caso você não queira exportar e depois mandá-las para o serviço desejado. Você pode fazer isto direito do Lightroom.
E aí tá você está aplicando o que tem aprendido? Amanhã tem mais, deixe ai nos comentários ou no Twitter suas questões.
E se você começou por este post não deixe de ver os outros:
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 01 – Catálogo ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 02 Importação ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 03 Módulo de biblioteca ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 04 – Módulo de desenvolvimento ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [Dia 5 Como editar suas foto ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 6 Presets e Cores ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 07 Exportar ou Imprimir ]

Categorias
Dicas de Lightroom e Photoshop

Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 02 Importação ]

Dominando o Adobe Lightroom em 7 dias [ Dia 02 Importação ]

Se você está aqui é porque passou pelo primeiro dia. Parabéns, e hoje  temos Dominando o Adobe Lightroom em 7 dias, dia 02 Importação.
Importar fotos para dentro do Lightroom significa que você vai adicioná-las no catálogo, sim o mesmo que falando tanto no post passado.
Desta forma você poderá começar a suas edições, utilização de presets ou até mesmo exportá-las para compartilhar em suas redes sociais.
Todo o processo de importação no Adobe Lightroom é muito simples, e este post te dará dicas valiosas para você tirar o maior proveito desta etapa.
A melhor forma de aproveitar este post é ir fazendo junto o que você ler aqui.

Importando fotos no Lightroom

Independente da origem de suas fotos, pastas, cartão de memória ou direto de suas câmeras, o processo é o mesmo.
Uma coisa legal de deixar sempre ativado é a opção de descoberta de novas fotos, ou cartão SD, que será muito útil quando você for importar novas fotos.
Lightroom Importação
Assim o Lightroom abrirá automaticamente quando você inserir um cartão de memória ou sua câmera.

Importando suas fotos e vídeos no Lightroom

Importar fotos como eu já disse é bem fácil.  É você tem mais de uma forma de fazer isto.
O processo de importação de fotos no Lightroom pode ser demorado,  tudo irá depender da quantidade de fotos e do tipo de miniaturas que você utilizar, vou falar das miniaturas mais a frente.
Se a caixa de diálogo não abrir automaticamente quando você conectar o cartão se ou a câmera, sim isto acontece, não se preocupe.
Você pode importar suas fotos e vídeos tranquilamente seguindo os seguintes passos:
Lightroom Importação
Seguindo em Arquivo>Importar fotos e vídeos você terá acesso a tela de importação.
A primeira forma é mais convencional e ir em Arquivo > Importar.  
Que também pode ser acessado pelo atalhos SHIFT+COMMAND + I no MAC e CTRL + SHIFT + I no Windows.
Nele você poderá escolher o disco de origem, o local onde estão suas fotos.  E você também pode escolher a pasta de destino, onde suas fotos irão morar.
Lightroom Importação
 
Algumas coisas importantes durante o processo de importação de suas fotos podem ser feitas agora.
Como por exemplo escolher se será aplicado algum preset durante a importação.
Isto pode ser bacana quando você já tem alguma ideia do produto final que você vai apresentar.
Lightroom Importação
Durante a importação você pode escolher algum preset para ser aplicado, assim como um metadado específico.
Aqui a única coisa que gosto de aplicar são palavras chave, que facilitarão muito minhas buscas futuras por alguma foto.
Você também pode escolher se vai importar suas fotos com o padrão de arquivo nativo de sua câmera, ou se vai convertê-lo para DNG.
Arquivos DNG são arquivos de negativo digitais, e são compatíveis com uma gama maior de programas de edição.
Lightroom Importação
Aqui você também tem opções de mover seus arquivos do cartão ou câmera direto para a pasta escolhida, não se esqueça que mover significa que eles deixarão de existir no cartão ou câmera.
E se por acaso você já tenha copiado os arquivos de alguma forma, você pode apenas adicioná-los ao catálogo do Lightroom com a opção ADD.

Escolhendo o que será importado

Durante o processo de importação você pode selecionar as fotos que são importadas para seu catálogo, deixando de fora aquelas que você não gosta!
Eu sempre importo absolutamente tudo, e depois seleciono as que vão ficar e as que não vão, mas é claro que você pode fazê-lo durante o processo de importação.
Se você for importar todas basta clicar em TODAS AS FOTOS.
Lightroom Importação
Caso queira apenas algumas fotos, basta selecionar quais são as que você vai importar.
Uma coisa que você sempre precisa ter na cabeça durante o este processo é como será sua estrutura de importação, e como ela se manterá durante os anos seguintes.
Acreditem quando eu digo, você pode perder arquivos importante se não prestar atenção onde você os guarda!
E tudo isto pode ser feito no momento da importação de fotos ou vídeos para o Lightroom.

Manipulando os arquivos no Lightroom

Na aba de destino da importação, temos muitas opções legais. E algumas muito úteis.
A primeira delas é que tipo de miniatura você vai querer que suas fotos tenham.
São 4 tipo de miniaturas, sendo duas delas muito úteis inclusive para questões de performance do programa.
Lightroom Importação
A miniaturas também influenciam em como o modo de Desenvolvimento funciona, principalmente quando estamos dando zoom na foto.
Indico sempre escolher miniaturas 1:1 pois elas funcionam muito bem para zoom, pois tem o tamanho completo da foto.
A desvantagem delas é que geraram um arquivo de banco de dados maior, então é preciso ter espaço em seu HDD.
A outra opção é escolher Smart previews, miniaturas inteligentes, onde o Lightroom gerará mais de uma miniatura e te entregará sempre a mais indicada para ocasião.
Aqui a desvantagem é que você está usando mais processamento do seu computador e às vezes a coisa pode ficar meio lenta.
Você também pode escolher se vai renomear os arquivos, tal qual qual será o nome escolhido.
Particularmente não uso esta opção, vai você pode usá-la a seu favor para critérios de organização.
Lightroom Importação
Escolhendo a pasta de destino das fotos você pode criar subpastas durante o processo de importação das fotos.Lightroom Importação
Procuro sempre criar uma estrutura lógica de organização, e ela começa pela importação.
Sempre crio a seguinte estrutura:

ANO > MÊS E DIA > NOME DO EVENTO OU O QUE FOI  FOTOGRAFADO

Claro que como o Lightroom durante a importação só te permite criar uma subpasta, tenho que fazer todo este processo manualmente depois de importar as fotos.

Terminando

Uma vez que você determinou todas as variáveis da sua importação basta clicar no botão importar e esperar o processo se completar.

Uma última dica, se você já tem uma pasta com muitas fotos e quer importá-las para o catálogo do Lightroom, você pode arrastar este pasta direto para o Módulo Biblioteca e a tela de importação será aberta.
Se você chegou até aqui não desanime pois você está a apenas 5 passos de dominar o Adobe Lightroom.
Compartilhe este post e ajude mais gente!

Amanhã tem mais!    
E se você começou por este post não deixe de ver os outros:
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 01 – Catálogo ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 02 Importação ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 03 Módulo de biblioteca ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 04 – Módulo de desenvolvimento ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [Dia 5 Como editar suas foto ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 6 Presets e Cores ]
Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 07 Exportar ou Imprimir ]
 

Categorias
Uncategorized

Editando CITYSCAPES no Lightroom – Efeito Moody

No vídeo de hoje você vai ver como é fácil editar um Cityscapes no Lightroom. Cityscapes são um tipo de fotografia muito comum nos dias de hoje onde cada vez menos temos paisagens bonitas e acessível para fotografar, então a cidade vira a paisagem.

Editando CITYSCAPES no Lightroom – Efeito Moody

Editar fotos é grande parte do processo de tirar uma foto, não apenas na era digital mas na era do filme a revelação de um foto é uma parte enorme do processo. Não adianta apenas você aprender como usar suas fotos. 

Estilo de edição de fotos muito usado no Instagram e agora você pode criar fotos ainda mais bonitas com estes ajustes simples e transformar totalmente suas fotos de cidades. Também chamado de Moody effect não vai exigir mais que 10 minutos de edição para suas fotos. Então se você está afim de editar suas fotos com uma cara mais moderna e tratar as fotos da sua cidade de forma diferente clica no vídeo no topo da página e veja como é feito. 

Se você gostou do post clica em compartilhar e deixe seu comentário aqui embaixo e não esqueça de seguir o blog em outras redes sociais. 

Até o próximo vídeo.

Categorias
Uncategorized

Efeito MATTE no Lightroom

No vídeo de hoje vamos ver como é fácil fazer o efeito matte no Lightroom. Este efeito é bem comum em edições de fotos mais clássicas e um todo diferente nas fotos.

Efeito MATTE no Lightroom – Aprenda a fazer esse efeito clássico

Também conhecido como efeito fosco, muito comum em fotografias com um ar mais vintage o efeito matte vai dar uma cara bem legal para seus retratos. No Lightroom é muito simples criar este efeito e para isto vamos aprender a usar as tão temidas curvas de tonalidade. As curvas de tonalidades controlar mais de um aspecto em suas fotos.

Além de controlarem o brilho geral da foto as curvas de tonalidade podem controlar também o contraste e o brilho eo contraste nas individualmente, usandos os canais vermelhos, verdes e azuis.

A curva de tonalidade é um ferramenta muito poderosa e vale a pena aprender a usá la corretamente. Pois uma vez que você a dominar ela vai te ajudar a fazer correção de cores de forma muito simples além de ajudar a criar efeito inusitados. No vídeo no topo da página vou mostrar como usar as ferramentas do Lightroom para criar o efeito matte em suas fotos, é só apertar o play lá em cima.

Se você gostou deste vídeo compartilhe ele em suas redes sociais e vamos ajudar o blog a crescer assim posso colocar mais conteúdo legal para vocês.