Categorias
Dicas de fotografia

Luz Natural: Direção da Luz

Para ajudar a completar o conhecimento sobre luz natural hoje falaremos sobre a direção da luz.

Então se você não viu os artigos anteriores sugiro que comece por aqui:

Luz natural: Qualidade da luz

Luz natural: Entendendo a cor da luz

Entendendo a direção da luz

Neste terceira parte você irá aprender

  • Como controlar a direção da luz natural
  • Entender como a direção da luz pode afetar suas fotos
  • Como manipular a cor da luz para criar profundidade
  • Como usar rebatedores

Trabalhando com Luz natural

Muitas pessoas acreditam que trabalhar com iluminação artificial é a melhor solução de todas, sempre usando a premissa de que podem controlar totalmente o comportamento da luz.

Quanto você trabalha com luz natural, iluminação natural, sua capacidade de controlar a iluminação é bem limitada, e isto verdade.

Porém não é impossível criar boas imagens com iluminação natural ou até mesmo usando um pouco de cada, natural e artificial.

E para que isto aconteça é necessário um bom planejamento para suas fotos com luz natural.

Luz frontal

Luz frontal, ou iluminação frontal, refere-se a luz que vem diretamente na frente do que você esta fotografando, ou seja a fonte da luz esta atrás do fotografo.

Neste tipo de iluminação temos que tomar cuidado para não superexpor o assunto que esta sendo fotografado, e também tomar cuidado com a quantidade de detalhes que queremos.

Uma boa opção para controlar este tipo de iluminação é usar alguma espécie de rebatedor, como na imagem abaixo onde foi usada uma parede que refletia bem a luz no rosto da modelo.

Direção da Luz
 

Prós: iluminação frontal normalmente irá iluminar a face do objecto de maneira uniforme, sem sombras.

Ele vai criar um olhar estético e equilibrada, razão pela qual esta configuração é muito popular na fotografia de moda.

Contras: A falta de sombras que este tipo de iluminação produz criar pouca profundidade e pouco drama na imagem.

Iluminação 45 graus

Como o nome sugere, este refere-se a uma situação em que a luz vem em um ângulo de 45 graus.

Este é um sistema de iluminação muito popular em fotografia, principalmente para que faz retratos, e por muitos vezes é chamada de iluminação Rembrandt.

Ele pode ser facilmente alcançável com luz lateral vindo de um sol nascente ou poente, ou posicionando seu modelo em um ângulo de 45 graus para uma janela.

Direção da Luz
 

Prós: Nesta configuração de iluminação, você vai notar como a luz ilumina o rosto de seu assunto de forma gradual.

Criando também uma sombra gradual, e com isto dando volume e profundidade a foto. Essa é a razão desta configuração ser tão atraente aos olhos da maioria dos espectadores.

Contras: O efeito dramático criado pelas sombras pode não ser adequado em algumas fotos de forma a não contar um historia visual.

Iluminação 90 graus

Como o nome sugere, este tipo de iluminação refere-se a uma situação em que a luz vem de um ângulo de 90 graus a partir do objeto a ser fotografado.

Ela pode ser obtida com luz lateral vindo de um sol nascente ou com uma configuração de posicionando onde o objeto fica em um ângulo de 90 graus para uma janela, por exemplo.

Direção da Luz
 
 
Direção da Luz

Prós: efeito extremamente dramático, que é quase impossível de ser ignorado.

Contras: Por se tratar de um esquema de iluminação bem dramático, temos que tomar cuidado extra em relação ao que esta sendo fotografo, pois as vezes a cena pode se tornar assustadora.

Tudo depende, é claro, sobre o que você quer evocar em sua história visual.

Backlighting

Isso se refere a uma situação onde a luz vem de trás do objeto, e você, fotografo, esta de frente para a fonte de luz.
Direção da Luz
 

Prós: Backlight irá criar destaques nos contornos do seu assunto, e ao contrário com iluminação frontal, isso irá criar uma sensação de profundidade, e uma separação clara entre o objeto e o fundo.

Neste tipo de esquema de iluminação temos que tomar cuidado com a quantidade de luz que teremos disponível. Muitas vezes temos luz demais o que pode atrapalhar a exposição correta da foto.

Este é o lugar onde a mudança do modo automático pode ser útil.

Enquanto a superexposição pode ser boa para a criação de um fundo mais amplo a subexposição normalmente irá resultar em uma silhueta agradável (como acima)

Contras: Como mencionado, este é um pouco mais avançado para lidar com este tipo de iluminação, mas novamente, uma grande oportunidade para alguma fotografia criativa.

Iluminação superior

Isso se refere a uma situação onde a luz vem diretamente acima da cabeça, como durante o meio-dia.

Direção da Luz
 

Prós: o melhor exemplo visual para este tipo de iluminação é uma sala de interrogatório, será um tipo de iluminação muito bacana para criar drama e alguma sensação de suspense na imagem.

A luz que vem de cima irá resultar em sombras profundas no rosto do seu assunto, fazendo com que a testa projete sombra sobre os olhos e que o nariz projete sobra sobre o queixo.

Premiado com o Oscar de diretor de fotografia Gordon Hugh Willis, fez um trabalho inovador no filme de Francis Ford Coppola, The Godfather, com a combinação de subexposição e posicionamento da fonte de iluminação acima rostos dos atores.

Ele conseguiu suportar a sensação escura e misteriosa deste filme, com o público era incapaz de ver a maioria dos olhos durante todo o filme.

Contras: Se usado corretamente este tipo de iluminação pode ser um divisor de águas em suas fotografias.

Caso contrário, parecerá que seu modelo irá ter responder algumas perguntas

Controlando a luz natural

Básico: para fazer boas fotografias com luz natural uma coisa que você não pode nunca deixar de lado é o planejamento.

Escolha sempre o momento certo para e o local certo para fazer suas fotos, pois o sol não vai te esperar.

Não se esqueça que você também mudar seu assunto de posição de forma a controlar a quantidade de luz natural.

Avançado: Você pode controlar a luz natural quase como controlar a iluminação artificial, com a ajuda de refletores, rebatedores ou bandeiras.

Refletores, ou rebatedores são utilizados para rebater a luz no rosto do sujeito.

Direção da Luz

Por exemplo, se você está lidando com a luz que vem de cima, você pode superar o problema de olhos escuros, iluminando-los usando um rebatedor.

Também pode iluminar o lado escuro da cara, se necessário, no caso dos esquemas de iluminação a partir de um ângulo de 45 ou 90 graus.

Direção da Luz
 
Direção da Luz

Você pode ver o reflexo do rebatedor usado para rebater a luz de volta para o rosto deste homem.

Uma bandeira é geralmente um pedaço de tecido preto que pode ser usado para bloquear a luz indesejada e criar sombras (sombras significar uma sensação de profundidade) no rosto do sujeito.

Direção da Luz

Para usar uma bandeira corretamente, você vai precisar de alguém ou algo que pode segurá-lá.

Trabalhando desta forma você terá controle sobre a luz natural em sua fotografias e irá conseguir chegar em ótimos resultados!

Categorias
Dicas de Lightroom e Photoshop

10 formas de girar fotos no Lightroom

Há uma série de maneiras diferentes para girar fotos no Lightroom e no Lightroom Classic CC e talvez por isto fique meio difícil de saber como fazer esta operação tão simples. E no artigo de hoje vou mostrar pelo menos 10 formas diferentes de girar fotos no Lightroom.

Girando fotos no módulo de Biblioteca do Lightroom

Em geral, as opções de rotação no módulo de Biblioteca são mais rápidas e simples.

Usando estas opções você poderá girar suas imagens em incrementos de 90 graus tanto no sentido horário quanto no sentido anti-horario.

Tal como acontece com muitas funções no Lightroom, existem várias maneiras para chamar uma função.

Todas as opções de como girar fotos no Lightroom executam o mesmo trabalho, mas nem todas estão disponíveis em todos os modúlos.

Nesta vamos focas nas opções disponiveis no modo Biblioteca (Library) do Lightroom.

Barra de ferramentas. Se você estiver usando a visualização única foto no modo de exibição da biblioteca, existem botões de rotação da imagem para esquerda e para a direita.

Cada clique irá adicionar a rotação de 90 graus a sua imagem.

Caso sua barra de ferramentas não estava visual aperta a tecla T ou vá em Visualizar > Mostrar barra de ferramentas.

Estes botões para girar as fotos no Lightroom só são visíveis no modulo Biblioteca, não íra velos no modulo de Revelação.

Você pode optar por usar atalhos no teclado para fazer este trabalho.

No Mac é:

⌘ + [ (chave) para girar no sentido horário

⌘ + ] (chave) para girar no sentido anti-horário

Os equivalentes do Windows são Ctrl + [ e Ctrl +].

Menu principal. No menu principal, é Foto > Girar à esquerda (CCW) e foto> Girar para a direita (CW).

Com um clique no botão direito você também pode acessar um menu onde será possível girar suas fotos em incrementos de 90 graus.

Clicando com o botão direito do mouse em cima da foto depois escolha a opção transformar.

Girar múltiplas Fotos em 90 graus no módulo de Biblioteca do Lightroom

Você também pode girar várias fotos de uma única vez no módulo de Biblioteca, usando as mesmas ferramentas.

Na visualização de miniaturas, selecione as fotos que deseja girar e use os botão para girar no sentido horário ou anti-horário.

Girar a foto 90 graus no módulo de Revelação do Lightroom

Se você já está no módulo Revelação e deseja mudar a orientação da foto de paisagem para retrato (horizontal para vertical) ou vice-versa, você pode, mas existem algumas pequenas diferenças em como fazê-lo.

Como você pode ver, os botões de rotação não estão mais disponíveis na barra de ferramentas.

Você ainda pode usar os mesmos atalhos de teclado que expliquei acima para fazer este serviço.

Você ainda pode usar o menu principal através de Foto > Girar no sentido anti-horário (CCW) e Foto > Girar no sentido horário (CW).

Além de tudo isto você também pode clicar com o botão direito e usar o sub-menu para pode girar sua foto.

Não deixe de se inscreve no canal do YouTube

Girar uma foto com incrementos menores que 90 graus no Lightroom

Caso você queira girar suas fotos em incrementos menores que 90 graus uma maneira bem simples de fazer isto é usar o Crop tool do Lightroom.

Que além de uma ótima ferramenta para rotacional suas fotos pode ser usada para fazer ajustes de enquadramento.

Girar a foto com o Slider no Lightroom

O controle deslizante é iniciado por padrão no meio. Arraste o marcador para a esquerda para girar anti-horário e arraste para a direita para girar no sentido horário.

Você verá quantos graus esta girando na parte direita do controle deslizante.

E caso queira que a foto volte ao aspecto original apenas volte o controle deslizante para o centro. Para facilitar sua vida apenas de um duplo clique no slider e ele retornará ao 0.

Caso saiba quantos graus você gostaria de rotacional suas fotos você também pode entrar o valor manualmente, clicando nos números em graus e digitando o valor desejado.

girar fotos em incrementos menores que 90 graus no lightroom

Girando com as alças de corte

alcas de corte para girar fotos no lightroom

Você também pode usar as alças de corte da ferramenta de corte, que também é uma forma bem interessante para girar fotos no Lightroom.

Girar as fotos desta forma é bem legal quando você precisa fazer pequenos ajustes em suas imagens.

Girar de forma automática no Lightroom.

Em algumas fotos tempos que nos preocupar com a linha do horizonte, como em fotografias de paisagens por exemplo, e por isto precisamos destes controles do Lightroom.

acertar angulo da foto automaticamente no lightroom

Usando o controle auto você permite que o Lightroom encontre alguma linha horizontal para alinhar sua foto.

Esta opção não funciona bem em algumas fotos, mas funcionará perfeitamente em outras.

Criando a linha do horizonte preciso no Lightroom

A maneira mais legal de fazer o ajuste de horizonte de suas fotos é usar o nível, ferramenta também disponível no menu de recorte (crop tool) do Lightroom.

menu para ajustar o horizonte no lightroom

Para usar esta ferramenta cliquem em um dos pontos dês seu horizonte, mantenha o botão apertado, e clique na outra extremidade do horizonte.

Uma linha irá aparecer durante este procedimento, se tornando sua guia do horizonte.

Como virar uma foto horizontalmente ou verticalmente

Se você quiser apenas espelhar sua imagem, o famoso flip, o Lightroom também dispõe desde recurso para te ajudar.

menu do lightroom para girar fotos

Agora é com você opções para girar fotos no Lightroom não faltam, trabalhe com estas ferramentas de forma a melhor suas composições.

Se você prefre ver como faz ao invez de ler tai um video de como Girar fotos no Lightroom.

Deixe seu comentário ai caso tenha alguma duvida ou sugestão.

Se você quer ficar fera em Lightroom, não deixe de ver também os seguintes post!

Dominando o Lightroom

Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 01 – Catálogo ]

Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 02 Importação ]

Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 03 Módulo de biblioteca ]

Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 04 – Módulo de desenvolvimento ]

Dominando o Lightroom em 7 dias [Dia 5 Como editar suas foto ]

Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 6 Presets e Cores ]

Dominando o Lightroom em 7 dias [ Dia 07 Exportar ou Imprimir ]

Categorias
Fotografia Faça você mesmo

Como fazer uma Light tent (Caixa de luz)

Algumas vezes nos deparamos com situações onde precisamos de soluções simples para finalizar ou desenvolver alguns trabalhos, e no tutorial de hoje, como fazer uma Light tent, você vai ver que não precisa de muita grana pra chegar em bons resultados.

Como fazer uma Light tent

Por que gastar dinheiro quando você mesmo pode fazer as coisas, não é?

Esta é sempre a pergunta que passa pela minha cabeça quando tenho algum projeto deste tipo, meio professor Pardal, pela frente.

E quando vejo o prelo de algumas coisas por ai, e principalmente, como elas são feitas e como são caras, muitas vezes decido meter a mão na massa e fazer!

Para este projeto você vai precisar de coisa bem simples, e algumas provavelmente você já tenha ou não iram te custar nada!

Caixa de papelão

Você vai precisar de uma caixa de papelão, não precisa ser muito grande, evite apenas caixa mais compridas, tipo caixa de cereais, estas ai não vão te ajudar muito.

 

Papel A3 branco ou algum tecido branco.

Aqui novamente também é simples.
Se você optar por usar tecido compre o suficiente para cobrir toda a caixa, e você não ira gastar muito.

Pode ser algodão ou nylon, aqui você escolhe, eu preferi usar folhas A3 de papel sulfite mesmo.

Luzes

Para iluminar sua nova caixa de luz você vai precisar de alguma luminárias, e 3 delas é um bom numero.

Talvez aqui seja onde você mais vai gastar dinheiro, mais vai valer a pena.

Procure em lojas de ferragens, hypermercados e pela internet até encontrar o melhor preço.

Procure lâmpadas que trabalhem com luz branca, de amplo espectro, isto ira te ajudar bastante também.

Não esqueça de a luz tem cor, então encontre uma lâmpada que se adeque a suas necessidades de iluminação.

Materiais de uso geral

Tesoura, cola e fita adesiva vão ser suas amigas durante este projeto. Uma régua e um estilete também serão de grande ajuda!

 

Mãos a obra e vamos fazer nossa Light tent

Este é um projeto muito fácil, e também muito útil principalmente se você vai fazer  fotos de produtos.

Comece marcando as áreas que você irá recortar em sua caixa de papelão.


 

Após marcas das duas laterais e o topo de sua caixa, que se tornará sua light tent, use um estilete para recortar os buracos.

Cuidado com o uso do estilete, afinal segurança em primeiro lugar. Assim que recortar as áreas vazadas de sua light tent ela deverá ficar assim.


 

Agora é a hora que você deve decidir se irá usar para ou papel com dissipador de luz. Como tinha algumas folhas de papel A3 sobrando aqui foi o que usei.

Usando fita adesiva ou cola cubra as partes vazadas da sua nova caixa de luz, deixe igual a foto acima, aproveite pra fazer um fundo na parte interna da caixa.

No final ela deverá ter este aparência.


 

Como é um projeto fácil e bem barato não costumo manter minha light tent ativa por muito tento, então toda vez que preciso de uma costumo fazer uma nova de acorda com o tamanho do que vou fotografar.

Fotografando com uma Light tent

Posicione sua iluminação nas laterais da sua caixa e também no topo de forma que a luz ultrapasse seu difusor e ilumine seu objeto.

Agora é só clicar. Aqui você também pode brincar com o posicionamento de sua iluminação  até conseguir o efeito desejado.

Usando uma light tent você tem mais controle com relação a cor do mundo e a própria iluminação de seu motivo. Assim fica muito mais fácil fazer qualquer edição.


Esta imagem foi apenas cropada no Lightroom e não foi feita nenhuma alteração de fundo.

 

Já neste imagem o Photoshop mostrou seu valor, o fundo foi substituído por um degrade de cinza para branco.

Como você pode ver pelos fotos o uso de uma Light tent para quem fotografa produtos é uma bela mão na roda.

E por ser um projeto muito fácil de se fazer vale a pena sempre ter alguma caixa de papelão na mão.

Gostou, deixe nos comentários a foto da sua Light tent.

Categorias
Dicas de fotografia

Edição de fotos de graça.

Uma questão muito respondida por todos os fotógrafos é: Qual o melhor programa para editar fotos? E quando este é o assunto logo vem a segunda pergunta:  Ele é de graça?

Então para dar uma ajuda a galera, que assim como eu, não anda rasgando dinheiro hoje vou falar de alguns software para Edição de fotos de graça.

Bons programas de edição de fotos de graça existem.

Edição de fotos de graça
Pixlr Editor / Autodesk

Decidir qual software você irá usar poder ser um pouco complicado, principalmente para um iniciantes  em fotografia ou manipulação de fotografias, principalmente pelo fato de existirem muitas opções pelo mundo a fora.

É indiscutível que o grande caro chefe deste segmento é o tão falado Photoshop da Adobe quando o assunto é tratamento de imagens em nível profissional.

E para um iniciante é indiscutível que o custo deste tipo de aplicação pode ser um tanto quanto dispendioso.

Com um pouco de paciência e pesquisa você pode achar maravilhas pela internet que irão te ajudar a fazer o trabalho em sua fotos sem gastar um tostão.

Muitas destas ferramentas contam com praticamente todos os recursos de um programa de edição de fotos profissional.

Pixlr

O Pixlr é um editor de fotos online, você nem precisa baixar, e conta com muitas opções para editar suas fotos totalmente de graça.

Você pode criar uma nova imagem, fazer o upload de algum arquivo que você já tenha ou até mesmo usar a URL do arquivo para trabalhar.

O Pixrl é muito intuitivo  e fácil de trabalhar, principalmente para aqueles que já tenham alguma experiente em softwares de edição de imagens.

Edição de fotos de graça
Pixrl

Uma bela tela de boas vindas é aberta quando você acessa a aplicação online.
Edição de fotos de graça
Nesta tela você conta com 4 opções para mandar seus arquivos, e todas elas são praticamente alto-explicativas.
Edição de fotos de graça

Vamos a uma ideia do que este editor de fotos gratuito pode fazer. E para isto precisamos de uma fotos para trabalhar.

Imagem aberta no Pixrl - Edição de fotos de graça
Imagem aberta no Pixrl

Aqui pra quem já tem alguma experiência com software da Adobe o trabalho será bem fácil, afinal podemos dizer que o Pixrl é um irmão gêmeo do Photoshop.

Uma coisa muito bacana é que até onde testei todos os atalhos pelo teclado são iguais dos do Photoshop, então não tive problema algum com isto.

E logo de cara já apertei o CTRL/CMD +J para fazer um copia do meu layer principal e não evitar que algum ajuste errado ponha a fotos no lixo.

Correção de cores.

Uma área muito importante para prestar atenção em todo programa de adição de fotos é a capacidade de manipular as cores.

De forma que você possa trabalhar sua correção de cores de forma correta. e no Pixrl o trabalho é muito fácil.

Edição de fotos de graça

O ajuste Levels existe em muitos editores de imagens, e a uma ferramenta poderosa da hora de ajustar sua imagem.

E este recurso também esta presente no Pixrl e funciona muito bem por sinal, assim como estão presentes outros ajustem muito utilizados, principalmente para quem usa o Photoshop.

Inclusive para quem já esta acostumado com o Photoshop é possível que você nem sinta a diferença, pois tudo é muito parecido.

Caixa Levels do Pixrl
Caixa Levels do Pixrl

Trabalhando um pouco com Pixrl pude notar que ele faz bem o trabalho. Por se tratar de uma ferramenta online ele pode ser sua salvação algum dia.

Edição de fotos de graça
Foto antes do Pixrl

Edição de fotos de graça
Depois

SumoPaint

Uma outra boa alternativa para editar suas fotos é o SumoPaint, muito similar ao Pixrl, e também conta com versão direto no navegador.

Uma das vantagens do SumoPaint é a possibilidade dele poder ser baixado, basta criar um usuário no site e baixar.

O SumoPaint conta com uma versão paga, o SumoPaint PRO, mas a versão de graça ja supre as necessidade de qualquer iniciante.

Edição de fotos de graça
Tela inicial do SumoPaint

Ele conta com todos os ajuste que um iniciante precisa para fazer um ótima edição em suas fotos.

Podendo fazer edição de cores pelo menu Levels, ou até mesmo alterar o balanço das cores com o ajustes de white balance, balanço de branco.

Edição de fotos de graça
 

Tanto no Pixrl quanto no SumoPaint a opção de poder trabalhar com camadas, igual ao Photoshop, torna a vida muito fácil em alguns aspectos.

Este dois são ótimas opções para quem esta procurando um forma rápida e com ótima qualidade para edição de fotos de graça.

Edição de fotos de graça
Edição de fotos de graça com SumoPaint

Edição de fotos de graça
Antes

Edição de fotos de graça
Depois

Claro que você pode preferir não usar uma ferramenta online e preferir editar suas fotos direto em seu computador, e para isto serviço não faltam concorrentes gratuitos.

Um deles é o Paint.net, que pode ser baixado aqui, e conta com inúmeros recursos para o tratamento de suas imagens.

GIMP

Talvez este seja o mais famoso de todos os editores de imagens que seguem a escolha do Photoshop e são open source, totalmente de graça.

Contando com versões pra Linux, MacOX e até para Windows o Gimp é uma ferramenta muito poderosa no arsenal gratuito de qualquer editor de fotos.

Edição de fotos de graça
Interface do Gimp

Veja mais aqui.

Assim como em qualquer editor de imagens de respeito o Gimp tem todas as ferramentas para você trabalhar sossegado.

Edição de fotos de graça
Menu repleto de opções

Conta com um bom controle de Levels, Niveis de cor, iguais aos apps já mostrados. E que no Gimp funciona muito bem.

Edição de fotos de graça

É bem impressionante  a quantidade de opções, efeitos, e ajustes que você pode encontrar no Gimp, mesmo sendo um apps de edição de fotos de graça ele conta com recursos bem profissionais.

Edição de fotos de graça
Seção dos filtros, muito parecida com a do PS

Edição de fotos de graça
Sistema de camadas, layers, com todas as opções que você precisa

Uma desvantagem, pelo menos na minha opinião, sobre o Gimp ficou por conta da interface geral do programa.
Em minha experiência não achei ela assim tão intuitiva, mas isto não é nada depois que você se acostume com ele.
Sem edição

Editada no Gimp

Conclusão

Mesmo você sendo um profissional nada te impede de usar qualquer umas destas opções que citei afinal todas elas fazem muito bem o trabalho.

Meu destaque aqui vai para o Pixrl, que inclusive foi usado para todos os recortes de imagens presentes aqui neste post.

Com um interface muito amigável e com praticamente todos os menus, controles, e opções do Photoshop eu escolho ele com minha ferramenta preferida destas 3 opções de softwares para edição de fotos de graça.

E você conhece mais algum? Deixe ai nos comentários.